Adesão à greve superior a 60%

A adesão à greve da função pública foi superior a 60% na Madeira Contas tornadas públicas por Ricardo Freitas, presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública. Escolas do ensino pré-escolar, havendo mesmo algumas que nem...

Adesão à greve superior a 60%
A adesão à greve da função pública foi superior a 60% na Madeira Contas tornadas públicas por Ricardo Freitas, presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública. Escolas do ensino pré-escolar, havendo mesmo algumas que nem abriram. Já nos serviços públicos, os dados apontam para uma adesão à greve na ordem dos 40% nas câmaras municipais enquanto que, na saúde, ainda não há uma percentagem calculada devido ao facto de os hospitais e centros de saúde estarem a trabalhar com os serviços mínimos.