Administração renuncia aos cargos e entrega o CF União a António Lopes

A administração do Clube de Futebol União informou, através de comunicado, que vai apresentar a demissão até que se realize a AG de acionistas marcado para dia 30 de março. Eis o comunicado na íntegra: “Na sequência do contínuo e injurioso...

Administração renuncia aos cargos e entrega o CF União a António Lopes
A administração do Clube de Futebol União informou, através de comunicado, que vai apresentar a demissão até que se realize a AG de acionistas marcado para dia 30 de março. Eis o comunicado na íntegra: “Na sequência do contínuo e injurioso ataque por parte do acionista António Santos Lopes aos esforços imensos que têm sido desenvolvidos pela actual Administração da SAD para recuperar a imagem e a credibilidade pública do Clube de Futebol União, vimos comunicar aos sócios e ao público em geral o seguinte: 1. O Clube de Futebol União da Madeira, Futebol SAD está num estado de insolvência. 2. O Clube de Futebol União, como maior acionista da SAD nomeou em Novembro de 2019, uma nova equipa de Administração que desde então desenvolveu todos os esforços para garantir as condições mínimas de trabalho do plantel profissional de futebol, dos escalões de formação e dos funcionários do clube. 3. Desse trabalho obteve-se uma estabilidade mínima da equipa senior no Campeonato Nacional de Seniores, a presença no playoff de acesso à I Divisão Nacional da equipa de juniores e a presença nas fases de campeão regional das equipas de iniciados e juvenis, num esforço sem precedentes de toda a equipa técnica, funcionários, atletas e seus familiares. 4. Recuperámos o nosso património histórico e recuperámos a mística e o orgulho unionista. 5. Liquidámos várias dívidas ao Estado, que há muito ameaçavam o dia a dia da nossa colectividade e regularizámos outras diversas situações que nos permitem agora poder receber o financiamento do Governo Regional previsto na lei. 6. NO ENTANTO, E DEVIDO AO CONTÍNUO CLIMA DE GUERRILHA CRIADO PELO ACIONISTA ANTÓNIO LOPES E SEUS APANIGUADOS, COM ACUSAÇÕES DEPLORÁVEIS, FALSAS E INJURIOSAS SOBRE O TRABALHO DA EQUIPA DE ADMINISTRAÇÃO NOMEADA PELO CLUBE DE FUTEBOL UNIÃO LEVA A QUE O CFU ENQUANTO MAIOR ACIONISTA DA SAD TENHA DECIDIDO NÃO INVESTIR MAIS, BEM COMO TENHA JÁ INSTRUÍDO A SUA EQUIPA DE ADMINISTRAÇÃO PARA QUE RENUNCIE AOS SEUS CARGOS ATÉ QUE SE REALIZE A ASSEMBLEIA GERAL DE ACCIONISTAS NO PRÓXIMO DIA 30 DE MARÇO. 7. Mais: perante tudo o que atrás foi exposto, entregamos imediatamente “as chaves” da SAD ao senhor António Santos Lopes, para que, a partir dos prazos legais, venha assumir os destinos do Clube de Futebol União da Madeira, Futebol, SAD e poder investir na continuidade da sua recuperação financeira, podendo assim resolver os graves problemas que se colocam neste momento. 8. Igualmente convidamos o senhor António Lopes, que, de forma fácil e gratuita, ataca nas redes sociais com ameaças a quem trabalha de forma séria, que aproveite imediatamente a oportunidade para, nas próximas horas e dias, aparecer com as soluções milagrosas que diz possuir, a fim que possam ser resolvidos os gravíssimos problemas de curto prazo do Clube de Futebol União da Madeira, Futebol SAD”