Alemanha regista 358 mortos e 3.943 novos contágios

A Alemanha registou 358 vítimas mortais relacionadas com o SARS CoV-2 e 3.943 novos contágios, nas últimas 24 horas, de acordo com os dados do Instituto Robert Koch (RKI). Na terça-feira da semana passada o número de óbitos foi de 415 e contabilizaram-se 3.883 novas infeções, em 24 horas. No conjunto da Alemanha, a incidência acumulada em sete dias situa-se nos 65,4 novos casos por 100 mil habitantes. O pico da incidência ocorreu no passado dia 22 de dezembro com 197,6 novas infeções por cada 100 mil habitantes, numa semana. No dia 28 de janeiro voltou a cair para um número inferior a 100, pela primeira vez em três meses mantendo a tendência até meados de fevereiro. O fator semanal de reprodução (R) situa-se em 1,01, o que significa que cada 100 infetados contagiam em média outras 100 pessoas.  No total da Alemanha, desde o início da pandemia morreram 70.463 pessoas vítimas de covid-19 e registaram-se 2.451.011 contágios. O RKI estima que os casos ativos ascendem atualmente aos 116.000. Na segunda-feira, o número de pacientes com covid-19 nas unidades de cuidados intensivos era 2.869, dos quais 1.643 necessitavam de respiração assistida, de acordo com os dados da Associação Interdisciplinar Alemã de Cuidados Intensivos e Medicina de Urgência. Nas últimas 24 horas registaram-se 379 novos internamentos de pacientes com covid-19 em unidades de cuidados intensivos sendo que 350 saíram dos cuidados: 131 pessoas morreram, segundo o RKI. De apontar também que, desde o dia 26 de dezembro, o número de pessoas que já receberam a primeira dose da vacina no país era 4.079.107 e 2.095.255 já foram inoculadas duas vezes. 

Alemanha regista 358 mortos e 3.943 novos contágios
A Alemanha registou 358 vítimas mortais relacionadas com o SARS CoV-2 e 3.943 novos contágios, nas últimas 24 horas, de acordo com os dados do Instituto Robert Koch (RKI). Na terça-feira da semana passada o número de óbitos foi de 415 e contabilizaram-se 3.883 novas infeções, em 24 horas. No conjunto da Alemanha, a incidência acumulada em sete dias situa-se nos 65,4 novos casos por 100 mil habitantes. O pico da incidência ocorreu no passado dia 22 de dezembro com 197,6 novas infeções por cada 100 mil habitantes, numa semana. No dia 28 de janeiro voltou a cair para um número inferior a 100, pela primeira vez em três meses mantendo a tendência até meados de fevereiro. O fator semanal de reprodução (R) situa-se em 1,01, o que significa que cada 100 infetados contagiam em média outras 100 pessoas.  No total da Alemanha, desde o início da pandemia morreram 70.463 pessoas vítimas de covid-19 e registaram-se 2.451.011 contágios. O RKI estima que os casos ativos ascendem atualmente aos 116.000. Na segunda-feira, o número de pacientes com covid-19 nas unidades de cuidados intensivos era 2.869, dos quais 1.643 necessitavam de respiração assistida, de acordo com os dados da Associação Interdisciplinar Alemã de Cuidados Intensivos e Medicina de Urgência. Nas últimas 24 horas registaram-se 379 novos internamentos de pacientes com covid-19 em unidades de cuidados intensivos sendo que 350 saíram dos cuidados: 131 pessoas morreram, segundo o RKI. De apontar também que, desde o dia 26 de dezembro, o número de pessoas que já receberam a primeira dose da vacina no país era 4.079.107 e 2.095.255 já foram inoculadas duas vezes.