Associação resgata cão vítima de agressões na Ponta do Sol (com vídeo)

Neco vivia acorrentado e era, nos últimos meses, constantemente agredido pelo seu tutor que reside na Ponta do Sol, Madeira.  Na presença da PSP, a Associação Ajuda a Alimentar Cães resgatou o cão e partilhou este caso nas redes sociais.  De...

Associação resgata cão vítima de agressões na Ponta do Sol (com vídeo)
Neco vivia acorrentado e era, nos últimos meses, constantemente agredido pelo seu tutor que reside na Ponta do Sol, Madeira.  Na presença da PSP, a Associação Ajuda a Alimentar Cães resgatou o cão e partilhou este caso nas redes sociais.  De acordo com a associação, as agressões continuaram mesmo após ter sido denunciada às autoridades. “Infelizmente este é mais um caso que já tinha sido denunciado e ignorado”, lê-se na publicação. Neste momento, Neco está internado no Hospital Veterinário da Madeira à responsabilidade da Associação Ajuda a Alimentar Cães e “muito em breve poderá ser adotado”. Acrescenta a mesma fonte que as testemunhas anteriormente denunciaram o “caso foram notificadas para serem ouvidas esta semana”. A associação partilhou ainda um vídeo que ilustra os maus tratos praticados pelo dono: Ver esta publicação no Instagram Agredir um animal é um acto de cobardia e maldade. Chama-se Neco, vivia acorrentado e durante os últimos meses foi constantemente agredido pelo seu tutor. A Associação Ajuda a Alimentar Cães foi até à Ponta do Sol e resgatou o Neco na presença da PSP. A Associação Ajuda a Alimentar Cães lamenta o facto das autoridades serem tão brandas nestas situações. Infelizmente este é mais um caso que já tinha sido denunciado e ignorado. Durante vários meses o Neco foi agredido mesmo depois da situação ter sido denunciada às autoridades. Depois da Associação Ajuda a Alimentar Cães resgatar o Neco, as testemunhas que anteriormente denunciaram este caso foram notificadas para serem ouvidas esta semana. O Neco está neste momento internado no Hospital Veterinário da Madeira à responsabilidade da Associação Ajuda a Alimentar Cães e muito em breve poderá ser adotado. Garantimos que este não será mais um caso esquecido. Pelo Neco e por todos os animais que continuam a ser agredidos, iremos fazer justiça. Uma publicação partilhada por Ajuda a Alimentar Cães (@ajudaaalimentarcaes) a 15 de Out, 2019 às 11:23 PDT