Banco Alimentar apoiou 8.343 pessoas na Madeira em 2019

Os Bancos Alimentares Contra a Fome apelam aos portugueses para que, entre 21 e 31 de maio, contribuam fazendo os seus donativos através da Ajuda Vale nas caixas dos supermercados e/ou do portal de doação online, alimentestaideia.pt. “Às pessoas mais vulneráveis que, em resultado das medidas decretadas para conter a propagação da pandemia, ficaram privadas da assistência alimentar que normalmente recebem, vieram juntar-se mais cerca de 60 000 pessoas, vítimas da situação gerada por esta nova realidade que vivemos. A ajuda não pode parar, muito menos agora quando é ainda mais preciso” alerta Isabel Jonet, presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome. Adicionalmente, e dando ainda a oportunidade a todos aqueles que não têm a possibilidade de se deslocarem aos supermercados ou residem fora de Portugal, o Banco Alimentar disponibiliza o portal de doação online alimentestaideia.pt., onde podem escolher bens perecíveis para doar. O Banco Alimentar foi criado em Portugal em 1991 com a missão de lutar contra o desperdício e distribuir apoio a quem mais precisa de se alimentar, em parceria com instituições de solidariedade e com base no trabalho voluntário. Existem atualmente 21 Bancos Alimentares (nas zonas de Abrantes, Algarve, Aveiro, Beja, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Cova da Beira, Évora, Leiria-Fátima, Lisboa, Madeira, Zona Oeste, Portalegre, Porto, S. Miguel, Santarém, Setúbal, Terceira, Viana do Castelo, Viseu). A Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares encoraja a rede e representa os Bancos Alimentares a nível nacional e internacional. Na mesma nota enviada à redação, o Banco Alimentar informa, entre outros dados, que mais de oito mil pessoas foram apoiadas pela instituição no ano passado. Dados do Banco Alimentar da Madeira, em 2019: - 546 toneladas de alimentos angariadas (com valor estimado de 765 mil euros), das quais, 452 toneladas de excedentes diários; - 1,52 toneladas de alimentos angariadas, em média, diariamente; - 44 Instituições parceiras apoiadas; - 8.343 pessoas apoiadas

Os Bancos Alimentares Contra a Fome apelam aos portugueses para que, entre 21 e 31 de maio, contribuam fazendo os seus donativos através da Ajuda Vale nas caixas dos supermercados e/ou do portal de doação online, alimentestaideia.pt. “Às pessoas mais vulneráveis que, em resultado das medidas decretadas para conter a propagação da pandemia, ficaram privadas da assistência alimentar que normalmente recebem, vieram juntar-se mais cerca de 60 000 pessoas, vítimas da situação gerada por esta nova realidade que vivemos. A ajuda não pode parar, muito menos agora quando é ainda mais preciso” alerta Isabel Jonet, presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome. Adicionalmente, e dando ainda a oportunidade a todos aqueles que não têm a possibilidade de se deslocarem aos supermercados ou residem fora de Portugal, o Banco Alimentar disponibiliza o portal de doação online alimentestaideia.pt., onde podem escolher bens perecíveis para doar. O Banco Alimentar foi criado em Portugal em 1991 com a missão de lutar contra o desperdício e distribuir apoio a quem mais precisa de se alimentar, em parceria com instituições de solidariedade e com base no trabalho voluntário. Existem atualmente 21 Bancos Alimentares (nas zonas de Abrantes, Algarve, Aveiro, Beja, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Cova da Beira, Évora, Leiria-Fátima, Lisboa, Madeira, Zona Oeste, Portalegre, Porto, S. Miguel, Santarém, Setúbal, Terceira, Viana do Castelo, Viseu). A Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares encoraja a rede e representa os Bancos Alimentares a nível nacional e internacional. Na mesma nota enviada à redação, o Banco Alimentar informa, entre outros dados, que mais de oito mil pessoas foram apoiadas pela instituição no ano passado. Dados do Banco Alimentar da Madeira, em 2019: - 546 toneladas de alimentos angariadas (com valor estimado de 765 mil euros), das quais, 452 toneladas de excedentes diários; - 1,52 toneladas de alimentos angariadas, em média, diariamente; - 44 Instituições parceiras apoiadas; - 8.343 pessoas apoiadas