Câmara dos Representantes aprova 2.º processo de destituição de Trump

A Câmara de Representantes dos Estados Unidos votou a favor da instauração de um processo de destituição ao presidente Donald Trump, acusado de ter incitado um ataque ao Capitólio na passada quarta-feira. Donald Trump é o primeiro presidente da história dos Estados Unidos a enfrentar dois processos de destituição no mesmo mandato, que está apenas a uma semana do final. A Câmara dos Representantes levou a cabo a votação, que terminou com 232 votos a favor e 197 votos contra (5 abstenções). O processo segue, depois, para o Senado, numa corrida contra o tempo, dado que o dia da tomada de posse de Joe Biden é já a 20 de janeiro. Esta votação é histórica por outro motivo. Dez congressistas republicanos votaram a favor do 'impeachment' do seu líder, um número significativo de legisladores a votar contra o partido se tivermos em conta que, no último processo de destituição, a Bill Clinton, em 1998, apenas 5 democratas votaram pela saída do ex-presidente. A câmara baixa do Congresso norte-americano levou a cabo esta votação após o ataque ocorrido na passada quarta-feira, que culminou na morte de cinco pessoas. Os legisladores voltam a reunir no dia 15, sexta-feira, segundo anunciou a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi.

Câmara dos Representantes aprova 2.º processo de destituição de Trump
A Câmara de Representantes dos Estados Unidos votou a favor da instauração de um processo de destituição ao presidente Donald Trump, acusado de ter incitado um ataque ao Capitólio na passada quarta-feira. Donald Trump é o primeiro presidente da história dos Estados Unidos a enfrentar dois processos de destituição no mesmo mandato, que está apenas a uma semana do final. A Câmara dos Representantes levou a cabo a votação, que terminou com 232 votos a favor e 197 votos contra (5 abstenções). O processo segue, depois, para o Senado, numa corrida contra o tempo, dado que o dia da tomada de posse de Joe Biden é já a 20 de janeiro. Esta votação é histórica por outro motivo. Dez congressistas republicanos votaram a favor do 'impeachment' do seu líder, um número significativo de legisladores a votar contra o partido se tivermos em conta que, no último processo de destituição, a Bill Clinton, em 1998, apenas 5 democratas votaram pela saída do ex-presidente. A câmara baixa do Congresso norte-americano levou a cabo esta votação após o ataque ocorrido na passada quarta-feira, que culminou na morte de cinco pessoas. Os legisladores voltam a reunir no dia 15, sexta-feira, segundo anunciou a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi.