Carlos Rodrigues sente "vergonha alheia pelo PS Madeira"

“Sinto vergonha alheia pelo PS  Madeira”, disse Carlos Rodrigues acerca daquilo que considera ter sido a postura dos socialistas neste debate. Dirigindo-se a Paulo Cafôfo como “presidente oficioso do PS Madeira”, disse ter tido uma intervenção marcada pela “insustentável leveza do zero” aludindo a uma política de 40 anos do PS que “não muda, nem com Cafôfo nem com ninguém”.

Carlos Rodrigues sente "vergonha alheia pelo PS Madeira"
“Sinto vergonha alheia pelo PS  Madeira”, disse Carlos Rodrigues acerca daquilo que considera ter sido a postura dos socialistas neste debate. Dirigindo-se a Paulo Cafôfo como “presidente oficioso do PS Madeira”, disse ter tido uma intervenção marcada pela “insustentável leveza do zero” aludindo a uma política de 40 anos do PS que “não muda, nem com Cafôfo nem com ninguém”.