Chega quer mais aposta no Porto Santo

O partido Chega esteve, no dia de hoje, em campanha no Porto Santo e no Caniço.  Na ilha dourada, o partido concentrou a atenção na mobilidade aérea e marítima, sendo que na bagagem os candidatos à Assembleia da República trouxeram muitas queixas. "Enquanto...

Chega quer mais aposta no Porto Santo
O partido Chega esteve, no dia de hoje, em campanha no Porto Santo e no Caniço.  Na ilha dourada, o partido concentrou a atenção na mobilidade aérea e marítima, sendo que na bagagem os candidatos à Assembleia da República trouxeram muitas queixas. "Enquanto for os madeirenses a mandar nisto, a gente está lixados. Só há 4 ou 5 madeirenses que tiram pelo Porto Santo", desabafou ao representantes do Chega o Sr João, de 59 anos, que trabalha no aeroporto. Por estas razões, o partido Chega, em comunicado enviado à nossa redação, informa que irá apresentar um novo modelo político administrativo para a ilha do Porto Santo, deixando ainda um aviso à navegação: "Ou o próximo governo olha para os problemas do povo do Porto Santo ou o Chega irá promover uma descentralização do governo da Madeira e promover um estatuto especial para o Porto Santo, talvez à semelhança da separação política que se deu no ano passado na ilha Graciosa, em Canárias, iremos estudar esse estatuto e adaptar ao Porto Santo". --