Cláudia Monteiro de Aguiar promove semana sobre a banana das RUP

Cláudia Monteiro de Aguiar promove esta semana, no Parlamento Europeu, em Bruxelas, um debate sobre o futuro da produção europeia de banana, conjuntamente com a associação europeia e as associações produtoras regionais representantes da Madeira,...

Cláudia Monteiro de Aguiar promove semana sobre a banana das RUP
Cláudia Monteiro de Aguiar promove esta semana, no Parlamento Europeu, em Bruxelas, um debate sobre o futuro da produção europeia de banana, conjuntamente com a associação europeia e as associações produtoras regionais representantes da Madeira, Canárias, Guadalupe e Martinica. Para além da exposição 'Sabores Exóticos Europeus', patente durante toda a semana no Parlamento e na estação de comboios da Gare do Luxemburgo, o ponto alto acontecerá hoje com o debate 'Que Futuro para a Banana Europeia', que contará com as intervenções do presidente da Associação de Produtores Europeus de Banana, Laurent de Meillac, e da apresentação de um relatório sobre a produção europeia, do Centro Francês de Pesquisa Agrícola para o Desenvolvimento Internacional. A banana, um dos frutos mais consumidos nos países da União Europeia, é um produto emblemático das Regiões Ultraperiféricas. A banana europeia é produzida em explorações familiares que aplicam métodos de cultivo tradicionais e respeitam a biodiversidade local. Sendo a Madeira uma Região Ultraperiférica, os seus produtores respeitam e implementam a regulamentação europeia nos domínios do direito do trabalho, da proteção do ambiente e da utilização de produtos fitossanitários, exatamente como os produtores continentais, apesar das diversas limitações e constrangimentos devido ao clima, à orografia bem como o fator distância. O evento promove os produtos agrícolas provenientes das Regiões Ultraperiféricas da UE, bem como o selo 'marca RUP', que assegura a qualidade dos produtos destas regiões e distingue produtos mais saborosos, com uma rastreabilidade irrepreensível, obtidos por meios de produção sustentáveis e que respeitam o ambiente e a biodiversidade.