Corpo carbonizado entre os escombros faz subir para 58 o número de mortos em cadeia no Brasil

Há mais um morto a registar na sequência dos violentos confrontos na cadeia brasileira de Altamira. Balanço já vai em 58. Segundo o Notícias ao Minuto, que cita o portal G1, as autoridades brasileiras encontraram uma 58.ª vítima mortal. O corpo...

Corpo carbonizado entre os escombros faz subir para 58 o número de mortos em cadeia no Brasil
Há mais um morto a registar na sequência dos violentos confrontos na cadeia brasileira de Altamira. Balanço já vai em 58. Segundo o Notícias ao Minuto, que cita o portal G1, as autoridades brasileiras encontraram uma 58.ª vítima mortal. O corpo da vítima ainda por identificar encontrava-se carbonizado entre os escombros. As sobrelotadas prisões brasileiras têm sido palco ao longo dos anos de violentos motins mas também de lutas internas mortais. O caso de Altamira está já entre os episódios mais violentos e terá resultado precisamente de lutas internas entre reclusos. Contudo, Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, desvalorizou o caso fazendo referência a vítimas dos crimes dos reclusos falecidos. A mesma publicação refere que ao final da última terça-feira, apenas 15 corpos tinham sido retirados da cadeia. Entre as vítimas, houve reclusos que morreram na sequência de um fogo e outras que foram decapitadas. Entretanto, os reclusos foram transferidos, enquanto as autoridades brasileiras levam a cabo as necessárias diligências.