Covid-19: António Costa pede "calma" e mostra "confiança no sistema de saúde"

O primeiro-ministro, António Costa, desejou hoje as melhoras aos primeiros infetados com o coronavírus no país, recomendou “calma e serenidade” aos portugueses e disse confiar no sistema de saúde do país. À margem da apresentação do novo programa...

Covid-19: António Costa pede "calma" e mostra "confiança no sistema de saúde"
O primeiro-ministro, António Costa, desejou hoje as melhoras aos primeiros infetados com o coronavírus no país, recomendou “calma e serenidade” aos portugueses e disse confiar no sistema de saúde do país. À margem da apresentação do novo programa de ação “Justiça + Próxima”, em Lisboa, António Costa comentou os casos confirmados de coronavírus em Portugal, sugeriu que sejam seguidas as recomendações das autoridades e da linha Saúde24 e disse que tem “confiança no sistema de saúde, e “em todos os seus profissionais que seguramente estarão à altura de enfrentar esta situação”. Nas declarações que fez aos jornalistas, o primeiro-ministro aproveitou para “redobrar o apelo” para que todos ajudem a “prevenir os contágios”. “Mesmo de forma inconsciente e que possamos estar a fazer”, afirmou, antes de insistir na ideia de ajudar a prevenir o contágio. Segundo António Costa, o internamento destes dois doentes decorreu conforme previsto, pedindo, pela segunda vez, que é preciso “manter a calma e a serenidade”. “A principal recomendação que faço é que cada pessoa que tenha tido contacto com alguém que esteja contaminado ou que venha a saber que está contaminado esteja particularmente atento aos sintomas que tem e, em caso de sintomas, recorrer à linha Saúde24. E a partir daí seguir as instruções que os médicos darão para a forma de encaminhar o tratamento das situações”, afirmou. E desaconselhou que quem sinta sintomas vá “a correr” para os centros de saúde ou aos hospitais, dado que é aí que se poderá acontecer um contágio mais intenso. Em Portugal foi hoje confirmado um infetado e o outro caso que aguarda uma contraprova através de análise do Instituto Nacional Dr. Ricardo Jorge (INSA), adiantou a ministra da Saúde, Marta Temido, numa sessão de esclarecimentos para atualização de informação relativa à infeção pelo novo coronavírus (Covid-19). O caso confirmado é o de um homem de 60 anos, que está internado no Centro Hospitalar de São João que reportou os primeiros sintomas no dia 26 de fevereiro. O outro homem, 33 anos, que aguarda a contra-análise reportou os primeiros sintomas no dia 29 de fevereiro, disse a ministra, adiantando que os dois homens, que estão internados no Porto, estão em boa condição de saúde e estiveram em Itália e em Espanha.