Covid-19: Câmara do Funchal cria equipa para proceder à desinfeção do mobiliário urbano

A Câmara Municipal do Funchal criou uma equipa para proceder à desinfeção do mobiliário urbano, no âmbito do plano de contenção da pandemia de Covid-19, anunciou hoje o presidente da autarquia, Miguel Gouveia. "A nova equipa começará a trabalhar já a partir de amanhã, sexta-feira, procurando, nos espaços públicos da cidade, desinfetar as áreas comuns", afirmou o autarca, após a reunião do executivo camarário, que hoje decorreu em regime não presencial, por videoconferência. Miguel Gouveia explicou que a capital madeirense "alterou os seus comportamentos", na sequência da declaração de estado de emergência e das medidas de contenção do novo coronavírus, o que conduziu à criação desta nova equipa. O executivo municipal, composto por seis vereadores da coligação Confiança (PS/BE/PDR/Nós, Cidadãos!), quatro do PSD e um do CDS-PP, expressou, por outro lado, um "voto de confiança" aos funcionários da autarquia, nomeadamente Bombeiros Sapadores do Funchal e pessoal do Departamento de Água. Miguel Gouveia lançou também um apelo à população, para que "confie nas orientações das autoridades de saúde", bem como nos trabalhadores do município. "Acreditamos que estamos a fazer tudo o que está ao nosso alcance para poder ter o Funchal rapidamente com a vida que todos gostamos que ele tenha", afirmou. Na reunião de hoje, a Câmara Municipal aprovou a atribuição de um apoio de 100 mil euros aos Bombeiro Voluntários Madeirenses, uma corporação sedeada no Funchal, para "auxiliar a fazer frente à crise epidemiológica que assola tudo o mundo". Miguel Gouveia explicou que a medida integra o programa de apoios do município ao associativismo, mas foi aprovada com "caráter de urgência". As autoridades de saúde da Madeira já reportaram três casos de infeção com Covid-19 no arquipélago, sendo que do total dos 39 casos suspeitos identificados até quarta-feira, 32 casos foram negativos. O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 220 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 9.000 morreram. Das pessoas infetadas, mais de 85.500 recuperaram da doença. Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 785, mais 143 do que na quarta-feira. O número de mortos no país subiu para três. Dos casos confirmados, 696 estão a recuperar em casa e 89 estão internados, 20 dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI).

Covid-19: Câmara do Funchal cria equipa para proceder à desinfeção do mobiliário urbano
A Câmara Municipal do Funchal criou uma equipa para proceder à desinfeção do mobiliário urbano, no âmbito do plano de contenção da pandemia de Covid-19, anunciou hoje o presidente da autarquia, Miguel Gouveia. "A nova equipa começará a trabalhar já a partir de amanhã, sexta-feira, procurando, nos espaços públicos da cidade, desinfetar as áreas comuns", afirmou o autarca, após a reunião do executivo camarário, que hoje decorreu em regime não presencial, por videoconferência. Miguel Gouveia explicou que a capital madeirense "alterou os seus comportamentos", na sequência da declaração de estado de emergência e das medidas de contenção do novo coronavírus, o que conduziu à criação desta nova equipa. O executivo municipal, composto por seis vereadores da coligação Confiança (PS/BE/PDR/Nós, Cidadãos!), quatro do PSD e um do CDS-PP, expressou, por outro lado, um "voto de confiança" aos funcionários da autarquia, nomeadamente Bombeiros Sapadores do Funchal e pessoal do Departamento de Água. Miguel Gouveia lançou também um apelo à população, para que "confie nas orientações das autoridades de saúde", bem como nos trabalhadores do município. "Acreditamos que estamos a fazer tudo o que está ao nosso alcance para poder ter o Funchal rapidamente com a vida que todos gostamos que ele tenha", afirmou. Na reunião de hoje, a Câmara Municipal aprovou a atribuição de um apoio de 100 mil euros aos Bombeiro Voluntários Madeirenses, uma corporação sedeada no Funchal, para "auxiliar a fazer frente à crise epidemiológica que assola tudo o mundo". Miguel Gouveia explicou que a medida integra o programa de apoios do município ao associativismo, mas foi aprovada com "caráter de urgência". As autoridades de saúde da Madeira já reportaram três casos de infeção com Covid-19 no arquipélago, sendo que do total dos 39 casos suspeitos identificados até quarta-feira, 32 casos foram negativos. O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 220 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 9.000 morreram. Das pessoas infetadas, mais de 85.500 recuperaram da doença. Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 785, mais 143 do que na quarta-feira. O número de mortos no país subiu para três. Dos casos confirmados, 696 estão a recuperar em casa e 89 estão internados, 20 dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI).