Covid-19: Medicamento capaz de reduzir danos pulmonares vai ser testado em humanos

Um novo medicamento que poderá ser utilizado para tratar doentes com Covid-19, a doença provocada pela infeção decorrente do novo coronavírus ou Sars-coV-2 começou a ser testado por cientistas. O fármaco denominado de EIDD-2801, poderá ser utilizado para diminuir os danos causados nos pulmões dos doentes, segundo uma pesquisa publicada no periódico científico e médico Science Translational Medicine journal, citado pelo Notícias ao Minuto. A mesma fonte conta que até ao momento, a droga já foi testada em roedores e está agora prestes a integrar - ainda neste mês de abril - ensaios clínicos com seres humanos infetados com Sars-coV-2.  Timothy Sheahan, professor assistente de epidemiologia na Universidade de North Carolina at Chapel Hill, nos Estados Unidos e líder do estudo disse: "a EIDD-2801 trata-se de uma droga que pode ser oralmente administrada e em casa, logo após o diagnóstico da Covid-19".  Os dados apurados pelos investigadores resultam da análise de células humanas cultivadas em laboratório infetadas com o Sars-coV-2, assim como de ratos infetados com outros tipos de coronavírus.  De acordo com o Notícias ao Minuto, este estudo apurou que quando o EIDD-2801 é utilizado de modo profilático, é capaz de prevenir a incidência de danos severos e permanentes nos pulmões e que quando administrado como tratamento entre 12 a 14 horas após o começo da infeção pode reduzir o nível de deterioração pulmonar, nos ratos infetados.  Os investigagores dizem que a droga pode ser tomada oralmente, e que pode ser utilizada para tratar casos mais ligeiros da patologia ou para prevenir a ocorrência da Covid-19 em lugares como lares de idosos - onde inúmeras pessoas ficam expostas ao vírus, mas não estão doentes.  "O fármaco EIDD-2801 promete não apenas tratar a Covid-19 neste momento da história, assim como tratar novos coronavírus que possam emergir no futuro", acrescenta ainda Sheahan.

Covid-19: Medicamento capaz de reduzir danos pulmonares vai ser testado em humanos
Um novo medicamento que poderá ser utilizado para tratar doentes com Covid-19, a doença provocada pela infeção decorrente do novo coronavírus ou Sars-coV-2 começou a ser testado por cientistas. O fármaco denominado de EIDD-2801, poderá ser utilizado para diminuir os danos causados nos pulmões dos doentes, segundo uma pesquisa publicada no periódico científico e médico Science Translational Medicine journal, citado pelo Notícias ao Minuto. A mesma fonte conta que até ao momento, a droga já foi testada em roedores e está agora prestes a integrar - ainda neste mês de abril - ensaios clínicos com seres humanos infetados com Sars-coV-2.  Timothy Sheahan, professor assistente de epidemiologia na Universidade de North Carolina at Chapel Hill, nos Estados Unidos e líder do estudo disse: "a EIDD-2801 trata-se de uma droga que pode ser oralmente administrada e em casa, logo após o diagnóstico da Covid-19".  Os dados apurados pelos investigadores resultam da análise de células humanas cultivadas em laboratório infetadas com o Sars-coV-2, assim como de ratos infetados com outros tipos de coronavírus.  De acordo com o Notícias ao Minuto, este estudo apurou que quando o EIDD-2801 é utilizado de modo profilático, é capaz de prevenir a incidência de danos severos e permanentes nos pulmões e que quando administrado como tratamento entre 12 a 14 horas após o começo da infeção pode reduzir o nível de deterioração pulmonar, nos ratos infetados.  Os investigagores dizem que a droga pode ser tomada oralmente, e que pode ser utilizada para tratar casos mais ligeiros da patologia ou para prevenir a ocorrência da Covid-19 em lugares como lares de idosos - onde inúmeras pessoas ficam expostas ao vírus, mas não estão doentes.  "O fármaco EIDD-2801 promete não apenas tratar a Covid-19 neste momento da história, assim como tratar novos coronavírus que possam emergir no futuro", acrescenta ainda Sheahan.