Covid-19: Número de mortes nos EUA ultrapassa os 2.000, duplicou desde quarta-feira

O número de mortes causadas pela pandemia de coronavírus nos Estados Unidos ultrapassou no sábado os 2.000, enquanto o número de casos chegou a 120.000, segundo uma contagem da Universidade Johns Hopkins. Os Estados Unidos são o país do mundo com maior número de casos confirmados (121.117), e o número de mortes (2.010) duplicou desde quarta-feira, quando tinha ultrapassado o milhar. Os índices de mortalidade nos Estados Unidos são, no entanto, inferiores aos verificados em Itália (mais de 10.000 mortes) e de Espanha (quase 6.000). O estado de Washington, que o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, admitiu no sábado colocar em quarentena, é o que tem mais casos, mais de 50.000. A pandemia do novo coronavírus matou pelo menos 30.003 pessoas no mundo inteiro, dois terços na Europa, desde que a doença surgiu em dezembro na China, segundo um balanço da AFP às 19:00 de sábado, a partir de dados oficiais. Segundo a agência de notícias francesa, já foram diagnosticados mais de 640.770 casos de infeção pelo novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, e a pandemia espalhou-se por 183 países ou territórios. Portugal registava no sábado 100 mortes associadas à covid-19, mais 24 do que na sexta-feira, enquanto o número de infetados era 5.170.

Covid-19: Número de mortes nos EUA ultrapassa os 2.000, duplicou desde quarta-feira
O número de mortes causadas pela pandemia de coronavírus nos Estados Unidos ultrapassou no sábado os 2.000, enquanto o número de casos chegou a 120.000, segundo uma contagem da Universidade Johns Hopkins. Os Estados Unidos são o país do mundo com maior número de casos confirmados (121.117), e o número de mortes (2.010) duplicou desde quarta-feira, quando tinha ultrapassado o milhar. Os índices de mortalidade nos Estados Unidos são, no entanto, inferiores aos verificados em Itália (mais de 10.000 mortes) e de Espanha (quase 6.000). O estado de Washington, que o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, admitiu no sábado colocar em quarentena, é o que tem mais casos, mais de 50.000. A pandemia do novo coronavírus matou pelo menos 30.003 pessoas no mundo inteiro, dois terços na Europa, desde que a doença surgiu em dezembro na China, segundo um balanço da AFP às 19:00 de sábado, a partir de dados oficiais. Segundo a agência de notícias francesa, já foram diagnosticados mais de 640.770 casos de infeção pelo novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, e a pandemia espalhou-se por 183 países ou territórios. Portugal registava no sábado 100 mortes associadas à covid-19, mais 24 do que na sexta-feira, enquanto o número de infetados era 5.170.