Covid-19: Número de mortos em África sobe para 7.395 em mais de 275 mil casos

 O número de mortos por covid-19 em África subiu para 7.395, mais 198 nas últimas 24 horas, em cerca de 275 mil casos, segundo os dados mais recentes sobre a pandemia no continente. De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de infetados passou de 267.519 para 275.327, mais 7.808. Já o número de recuperados é de 125.316, mais 2.655. A África Austral é a que regista um maior número de casos, (87.897) - e 1.777 mortos -, a grande maioria concentrada na África do Sul, o país com mais casos em todo o continente (83.890) e onde há 1.737 vítimas mortais. O Norte de África continua a liderar no total de mortes, passando hoje as três mil (3.115), contabilizando 74.567 infeções. A África Ocidental regista 1.049 mortos em 57.324 infetados, a África Oriental tem 883 vítimas mortais e 29.336 casos, enquanto na África Central há 571 mortos em 26.203 infeções. O Egito é o país com mais mortos (1.938) e passou hoje as 50 mil infeções (50.437), seguindo-se a África do Sul e depois a Argélia, com 811 vítimas mortais e 11.385 infetados. Entre os cinco países mais afetados, está também a Nigéria, com 475 mortos e 18.480 infetados, e o Gana, com 66 mortes em 12.929 infeções. Quanto aos países africanos lusófonos, a Guiné-Bissau é o que tem mais infeções e mortes, com 1.492 casos, registando 15 vítimas mortais. Cabo Verde tem 782 infeções e sete mortos e São Tomé e Príncipe contabiliza 683 casos e 12 mortos.

Covid-19: Número de mortos em África sobe para 7.395 em mais de 275 mil casos
 O número de mortos por covid-19 em África subiu para 7.395, mais 198 nas últimas 24 horas, em cerca de 275 mil casos, segundo os dados mais recentes sobre a pandemia no continente. De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de infetados passou de 267.519 para 275.327, mais 7.808. Já o número de recuperados é de 125.316, mais 2.655. A África Austral é a que regista um maior número de casos, (87.897) - e 1.777 mortos -, a grande maioria concentrada na África do Sul, o país com mais casos em todo o continente (83.890) e onde há 1.737 vítimas mortais. O Norte de África continua a liderar no total de mortes, passando hoje as três mil (3.115), contabilizando 74.567 infeções. A África Ocidental regista 1.049 mortos em 57.324 infetados, a África Oriental tem 883 vítimas mortais e 29.336 casos, enquanto na África Central há 571 mortos em 26.203 infeções. O Egito é o país com mais mortos (1.938) e passou hoje as 50 mil infeções (50.437), seguindo-se a África do Sul e depois a Argélia, com 811 vítimas mortais e 11.385 infetados. Entre os cinco países mais afetados, está também a Nigéria, com 475 mortos e 18.480 infetados, e o Gana, com 66 mortes em 12.929 infeções. Quanto aos países africanos lusófonos, a Guiné-Bissau é o que tem mais infeções e mortes, com 1.492 casos, registando 15 vítimas mortais. Cabo Verde tem 782 infeções e sete mortos e São Tomé e Príncipe contabiliza 683 casos e 12 mortos.