Covid-19: Venezuela anuncia dois primeiros casos

As autoridades venezuelanas anunciaram hoje os primeiros dois casos de pacientes infetados pelo novo coronavírus, um dia depois de o Presidente Nicolás Maduro declarar emergência preventiva no país. “Na madrugada de hoje confirmaram-se, através de provas devidamente certificadas pela Organização Mundial da Saúde, dois casos de coronavírus no país”, anunciou a vice-Presidente da Venezuela. Delcy Rodríguez falava no final do Conselho de Ministros, numa intervenção transmitido pela televisão estatal. Trata-se de dois cidadãos venezuelanos, uma mulher de 41 anos que esteve recentemente de viagem pelos Estados Unidos, Itália e Espanha e um homem de 52 anos, que esteve em Espanha. “Os dois casos estão localizados no Estado de Miranda (leste e sul de caracas)”, frisou. A governante anunciou ainda que o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro decidiu ordenar a suspensão das aulas a partir de segunda-feira em todos os níveis de ensino. Delcy Rodríguez pediu à população com mais de 70 anos que permaneça em casa, saindo apenas de forma excecional. Entretanto o Governo venezuelano solicitou aos passageiros dos voos de Ibéria (Madrid – Caracas) dos dias 05 e 06 de março que se isolem para prevenir novos contágios. Por outro lado, o Metropolitano de Caracas, passará a exigir, como medida de prevenção, o uso de máscaras. Nicolás Maduro declarou quinta-feira a emergência preventiva contra o coronavírus no país e ordenou a suspensão, a partir do próximo domingo, dos voos provenientes da Europa, Colômbia e Panamá durante 30 dias.  Como parte das medidas estão também restringidas as viagens de pessoas provenientes do Irão, Japão e Coreia do Sul. As autoridades venezuelanas estão a avaliar o encerramento das fronteiras com o Brasil e a Colômbia, onde também já se registaram casos do novo coronavírus.

Covid-19: Venezuela anuncia dois primeiros casos
As autoridades venezuelanas anunciaram hoje os primeiros dois casos de pacientes infetados pelo novo coronavírus, um dia depois de o Presidente Nicolás Maduro declarar emergência preventiva no país. “Na madrugada de hoje confirmaram-se, através de provas devidamente certificadas pela Organização Mundial da Saúde, dois casos de coronavírus no país”, anunciou a vice-Presidente da Venezuela. Delcy Rodríguez falava no final do Conselho de Ministros, numa intervenção transmitido pela televisão estatal. Trata-se de dois cidadãos venezuelanos, uma mulher de 41 anos que esteve recentemente de viagem pelos Estados Unidos, Itália e Espanha e um homem de 52 anos, que esteve em Espanha. “Os dois casos estão localizados no Estado de Miranda (leste e sul de caracas)”, frisou. A governante anunciou ainda que o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro decidiu ordenar a suspensão das aulas a partir de segunda-feira em todos os níveis de ensino. Delcy Rodríguez pediu à população com mais de 70 anos que permaneça em casa, saindo apenas de forma excecional. Entretanto o Governo venezuelano solicitou aos passageiros dos voos de Ibéria (Madrid – Caracas) dos dias 05 e 06 de março que se isolem para prevenir novos contágios. Por outro lado, o Metropolitano de Caracas, passará a exigir, como medida de prevenção, o uso de máscaras. Nicolás Maduro declarou quinta-feira a emergência preventiva contra o coronavírus no país e ordenou a suspensão, a partir do próximo domingo, dos voos provenientes da Europa, Colômbia e Panamá durante 30 dias.  Como parte das medidas estão também restringidas as viagens de pessoas provenientes do Irão, Japão e Coreia do Sul. As autoridades venezuelanas estão a avaliar o encerramento das fronteiras com o Brasil e a Colômbia, onde também já se registaram casos do novo coronavírus.