Dário Silva (Café Teatro) diz que os empresários têm de se revoltar

O empresário Dário Silva, do Grupo Café Teatro, entende que o setor empresarial tem de agir face ao que considera ser a inércia global das entidades governamentais nas linhas de apoio criadas. Constata que ainda ninguém recebeu quaisquer apoios: “EMPRESÁRIOS estamos JUNTOS ou NÃO!? Pagamento do LAYOFF (Março e Abril) = 0€ (Na conta do banco); Linha Crédito da Republica = 0€ (Na conta do banco); Linha Crédito da RAM = 0€ (Na conta do banco); Desta maneira como querem que as empresas mantenham os postos de trabalho dos seus colaboradores? Como vamos pagar vencimentos? Ou não precisam e vão viver de ar... Como vamos pagar despesas como por exemplo a Luz, Água, Tv Cabo, etc? Ou não é preciso pagar... Como vamos pagar mais IMPOSTOS? Com a actividade toda parada há quase 2 meses... EMPRESÁRIOS e COLABORADORES não acham que chegou a HORA de começarmos a nos REVOLTAR?! Ou morremos TODOS ou temos de AGIR."

Dário Silva (Café Teatro) diz que os empresários têm de se revoltar
O empresário Dário Silva, do Grupo Café Teatro, entende que o setor empresarial tem de agir face ao que considera ser a inércia global das entidades governamentais nas linhas de apoio criadas. Constata que ainda ninguém recebeu quaisquer apoios: “EMPRESÁRIOS estamos JUNTOS ou NÃO!? Pagamento do LAYOFF (Março e Abril) = 0€ (Na conta do banco); Linha Crédito da Republica = 0€ (Na conta do banco); Linha Crédito da RAM = 0€ (Na conta do banco); Desta maneira como querem que as empresas mantenham os postos de trabalho dos seus colaboradores? Como vamos pagar vencimentos? Ou não precisam e vão viver de ar... Como vamos pagar despesas como por exemplo a Luz, Água, Tv Cabo, etc? Ou não é preciso pagar... Como vamos pagar mais IMPOSTOS? Com a actividade toda parada há quase 2 meses... EMPRESÁRIOS e COLABORADORES não acham que chegou a HORA de começarmos a nos REVOLTAR?! Ou morremos TODOS ou temos de AGIR."