Detidos presumíveis culpados do duplo homicídio de casal madeirense na África do Sul

Uma operação policial para deteção e apreensão dos responsáveis pelo violento crime de homicídio de Dinis Fernando da Silva e de sua esposa Maria Gorete Bettencourt da Silva, casal madeirense na África do Sul, ocorrido na cidade de Christiana, província do Northwest, resultou já na apreensão de três suspeitos, confirmou há pouco ao correspondente do JM, a filha única do casal, Helena Silva. Helena Silva, de 44 anos, que ontem teve o doloroso dever de ter que identificar os cadáveres de seus pais, foi algo que a deixou bastante perturbada, assegurou ao JM que dois dos presumíveis culpados foram detidos, ontem e um terceiro às primeiras horas de hoje, na cidade de Roodepoort a aproximadamente 376 kms do local do crime. O telefone pertencente à mãe foi recuperado assim como, dinheiro, jóias, uma coleção de moedas de 1 e 2 randes e outras moedas de valor assim como vários objetos pertencentes ao casal positivamente identificados pela filha.   O JM ficou a saber que o estabelecimento e o negócio eram no mesmo prédio, daí que foi fácil penetrar na residência e roubar os artigos agora apreendidos.    Itens com a caligrafia do pai facilmente reconhecíveis por Helena Silva assim como notas colecionadas e documentos com a asssinatura do pai foram encontrados em posse do homem hoje detido.   A polícia deu a conhecer à filha que o assalto foi levado a cabo por um grupo composto de 6 delinquentes. O funeral será realizado na próxima quarta-feira numa igreja de um povoado local nas imediações de Christina, disse-nos a filha do casal assassinado uqe é oficial da polícia de trânsito da provincia do Northwest.

Detidos presumíveis culpados do duplo homicídio de casal madeirense na África do Sul
Uma operação policial para deteção e apreensão dos responsáveis pelo violento crime de homicídio de Dinis Fernando da Silva e de sua esposa Maria Gorete Bettencourt da Silva, casal madeirense na África do Sul, ocorrido na cidade de Christiana, província do Northwest, resultou já na apreensão de três suspeitos, confirmou há pouco ao correspondente do JM, a filha única do casal, Helena Silva. Helena Silva, de 44 anos, que ontem teve o doloroso dever de ter que identificar os cadáveres de seus pais, foi algo que a deixou bastante perturbada, assegurou ao JM que dois dos presumíveis culpados foram detidos, ontem e um terceiro às primeiras horas de hoje, na cidade de Roodepoort a aproximadamente 376 kms do local do crime. O telefone pertencente à mãe foi recuperado assim como, dinheiro, jóias, uma coleção de moedas de 1 e 2 randes e outras moedas de valor assim como vários objetos pertencentes ao casal positivamente identificados pela filha.   O JM ficou a saber que o estabelecimento e o negócio eram no mesmo prédio, daí que foi fácil penetrar na residência e roubar os artigos agora apreendidos.    Itens com a caligrafia do pai facilmente reconhecíveis por Helena Silva assim como notas colecionadas e documentos com a asssinatura do pai foram encontrados em posse do homem hoje detido.   A polícia deu a conhecer à filha que o assalto foi levado a cabo por um grupo composto de 6 delinquentes. O funeral será realizado na próxima quarta-feira numa igreja de um povoado local nas imediações de Christina, disse-nos a filha do casal assassinado uqe é oficial da polícia de trânsito da provincia do Northwest.