Especialista da ONU aborda alterações climáticas no parlamento da Madeira

A Assembleia Legislativa da Madeira organiza, a partir de 06 de janeiro, um ciclo de conferências intitulado "Parlamento com Causas", onde vai abordar os "grandes temas da atualidade", a começar pelas alterações climáticas, com a cientista...

Especialista da ONU aborda alterações climáticas no parlamento da Madeira
A Assembleia Legislativa da Madeira organiza, a partir de 06 de janeiro, um ciclo de conferências intitulado "Parlamento com Causas", onde vai abordar os "grandes temas da atualidade", a começar pelas alterações climáticas, com a cientista Joana Portugal Pereira. "’Parlamento com Causas’ pretende consciencializar, debater e apontar soluções para as questões mais prementes da sociedade", sublinha a presidência da Assembleia Legislativa, num comunicado divulgado hoje, indicando que a primeira conferência será orientada pela coordenadora de um grupo de trabalho do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas da Organização das Nações Unidas (ONU). Joana Portugal Pereira colaborou no mais recente estudo "Alterações Climáticas e Solo", um documento que sustenta que uma "melhor gestão dos solos pode contribuir para travar as alterações climáticas". "Os autores desta investigação, no qual se inclui a conferencista, estabeleceram, pela primeira vez, uma relação direta entre as alterações climáticas e a degradação global dos solos", refere o comunicado, vincando que as mudanças no clima também vão atingir o arquipélago da Madeira. A luta contra o fenómeno da desertificação, a promoção de políticas de melhor uso dos solos agrícolas e florestais, e a redução de as emissões de gases de estufa são alguns dos temas a abordar por Joana Portugal Pereira, que lidera um grupo de trabalho da ONU sediado no Centre of Environmental Policy no Imperial College London, no Reino Unido. "A investigadora tem-se debruçado sobre a modelação de sistemas energéticos e avaliação ambiental de inovações de baixo carbono para o desenvolvimento de políticas de mitigação de alterações climáticas e de promoção de eficiência energética", informa a presidência do parlamento regional, destacando a sua atuação como consultora em diversos projetos internacionais na região da Ásia-Pacífico e na América Latina e Caribe que resultaram em estratégias das metas nacionais do Acordo de Paris.