EUA/Eleições: Biden vence Wisconsin e recupera estado para os democratas

O candidato democrata às eleições presidenciais dos Estados Unidos, Joe Biden, derrotou no Wisconsin o Presidente Donald Trump, segurando os 10 delegados em causa, recuperando o estado que perdera na votação de 2016. Segundo a agência Associated Press (AP), as autoridades eleitorais do Wisconsin indicaram que todos os votos pendentes foram já contados, exceto algumas centenas num município e um pequeno número esperado de boletins provisórios. A campanha de Trump já pediu uma recontagem. As recontagens estaduais no Wisconsin mudaram historicamente a contagem de votos em apenas algumas centenas de votos, com Biden a liderar por 0,624% em quase 3,3 milhões de votos contados. A vitória de Biden no Wisconsin permite adicionar mais 10 delegados aos 238 já obtidos para o Colégio eleitoral, enquanto Trump se mantém nos 213. Para se vencer as eleições será necessário que um dos candidatos atinja os 270 delegados no Colégio eleitoral. Em 2016, Trump ganhou as presidenciais no Wisconsin com pouco menos de 23.000 votos, marco que, conjugado com as vitórias no Michigan e na Pensilvânia, ajudou a garantir seu primeiro mandato na Casa Branca. Os democratas estavam determinados em recuperar o Wisconsin, um estado que, antes de Trump, não era republicano desde Ronald Reagan, em 1984. Aguardam-se ainda os resultados de seis estados, entre eles a Pensilvânia, Michigan, Geórgia e Carolina do Norte.

EUA/Eleições: Biden vence Wisconsin e recupera estado para os democratas
O candidato democrata às eleições presidenciais dos Estados Unidos, Joe Biden, derrotou no Wisconsin o Presidente Donald Trump, segurando os 10 delegados em causa, recuperando o estado que perdera na votação de 2016. Segundo a agência Associated Press (AP), as autoridades eleitorais do Wisconsin indicaram que todos os votos pendentes foram já contados, exceto algumas centenas num município e um pequeno número esperado de boletins provisórios. A campanha de Trump já pediu uma recontagem. As recontagens estaduais no Wisconsin mudaram historicamente a contagem de votos em apenas algumas centenas de votos, com Biden a liderar por 0,624% em quase 3,3 milhões de votos contados. A vitória de Biden no Wisconsin permite adicionar mais 10 delegados aos 238 já obtidos para o Colégio eleitoral, enquanto Trump se mantém nos 213. Para se vencer as eleições será necessário que um dos candidatos atinja os 270 delegados no Colégio eleitoral. Em 2016, Trump ganhou as presidenciais no Wisconsin com pouco menos de 23.000 votos, marco que, conjugado com as vitórias no Michigan e na Pensilvânia, ajudou a garantir seu primeiro mandato na Casa Branca. Os democratas estavam determinados em recuperar o Wisconsin, um estado que, antes de Trump, não era republicano desde Ronald Reagan, em 1984. Aguardam-se ainda os resultados de seis estados, entre eles a Pensilvânia, Michigan, Geórgia e Carolina do Norte.