"Fiquei desidratado de tanto chorar". Toby Price tentou assistir Paulo Gonçalves

Toby Price foi o primeiro piloto a parar junto do português Paulo Gonçalves após a queda que lhe provocou a morte no decorrer da sétima etapa do Dakar 2020. O australiano descreveu hoje, através das redes sociais, o momento em que se apercebeu...

"Fiquei desidratado de tanto chorar". Toby Price tentou assistir Paulo Gonçalves
Toby Price foi o primeiro piloto a parar junto do português Paulo Gonçalves após a queda que lhe provocou a morte no decorrer da sétima etapa do Dakar 2020. O australiano descreveu hoje, através das redes sociais, o momento em que se apercebeu de que o piloto luso se encontrava no chão. "O Paulo saiu para a etapa cinco minutos antes de mim e confirmou-se o pior cenário. Vi um piloto no chão e era ele. Os maiores medos começaram a vir ao de cima, pois sabia que era algo sério. Pedi ajuda rapidamente e ajudei-o em alguns procedimentos", começou por contar Price, citado pelo Notícias ao Minuto. "Entretanto, o Stefan Svitko chegou ao local e ajudou no que pôde e, depois, apareceu o Luc Alphand. Assim que o helicóptero chegou, os médicos fizeram-lhe reanimação cardiorrespiratória. Eu ajudei ao levar malas de equipamento médico e ao avisar os outros politos", prosseguiu. "Todos nós fizemos o máximo que pudemos, mas não havia nada a fazer. Ajudei ao transportá-lo para o helicóptero, era a coisa certa a fazer. Fui o primeiro ao lado dele e queria ser o último a deixá-lo. Vamos sentir a falta do teu sorriso e do teu riso, 'Speedy'", contou ainda Price, que não escondeu a emoção perante a morte de Paulo Gonçalves. "Os meus últimos 250 quilómetros da etapa especial foram complicados, fiquei desidratado de tanto chorar. Naquele momento, não estava interessado no resultado, nem queria saber disso. Os meus pensamentos estão com a sua família e amigos. Perdeu-se um herói", lamentou.