Fórum da Poupança JM: Teletrabalho e digitalização vão ser grandes factores de redução do consumo de energia

Poupar energia é bom para a carteira e ótimo para o Ambiente. Filipe Oliveira dá sugestões para ser mais eficaz na sua poupança e não tem dúvidas que no futuro o recurso ao teletrabalho e aos meios de digitalização vão ser opções ponderadas e grandes factores de redução do consumo de energia. O responsável pela Agência Regional da Energia e Ambiente da Região Autónoma da Madeira (AREAM) sugere duas formas de poupar: mudar comportamentos e optar por equipamentos que potenciem a utilização inteligente da energia. Assim, ande a pé sempre que possível, prefira a bicicleta ou os transportes públicos. Por outro lado, é importante apostar em casas certificadas energeticamente e em equipamentos como caldeiras, painéis solares, entre outros. Está assim concluído o 1º Fórum da Poupança, uma iniciativa do JM que procurou também deixar algumas ferramentas para melhor gestão dos orçamentos familiares, numa altura de crise em que toda a poupança é uma mais-valia.

Fórum da Poupança JM: Teletrabalho e digitalização vão ser  grandes factores de redução do consumo de energia
Poupar energia é bom para a carteira e ótimo para o Ambiente. Filipe Oliveira dá sugestões para ser mais eficaz na sua poupança e não tem dúvidas que no futuro o recurso ao teletrabalho e aos meios de digitalização vão ser opções ponderadas e grandes factores de redução do consumo de energia. O responsável pela Agência Regional da Energia e Ambiente da Região Autónoma da Madeira (AREAM) sugere duas formas de poupar: mudar comportamentos e optar por equipamentos que potenciem a utilização inteligente da energia. Assim, ande a pé sempre que possível, prefira a bicicleta ou os transportes públicos. Por outro lado, é importante apostar em casas certificadas energeticamente e em equipamentos como caldeiras, painéis solares, entre outros. Está assim concluído o 1º Fórum da Poupança, uma iniciativa do JM que procurou também deixar algumas ferramentas para melhor gestão dos orçamentos familiares, numa altura de crise em que toda a poupança é uma mais-valia.