Funchal enaltece exemplo e legado de Conceição Pereira

A Câmara Municipal do Funchal expressa o seu mais profundo pesar pelo falecimento, esta quinta-feira, 11 de junho, de Conceição Pereira, histórica sindicalista madeirense e cofundadora do Bloco de Esquerda na Região, endereçando aos seus familiares e amigos as mais sentidas condolências. O presidente Miguel Silva Gouveia destaca "o percurso marcante de Conceição Pereira no ativismo e na política madeirenses, evidenciado em causas tão fundamentais como os direitos das mulheres", recordando que, em 2015, foi também vencedora da 1a edição do Prémio Municipal Maria Aurora, com um trabalho original em defesa da igualdade de género. "Conceição Pereira foi, ao mesmo tempo, e desde 2013, uma pessoa sempre presente no nosso projeto de desenvolvimento para a cidade, quer através do Bloco de Esquerda, que integra a Coligação Confiança, quer através da União de Mulheres Alternativa e Resposta, com quem temos trabalhado de perto desde então, no âmbito da nossa Estratégia Municipal para a Igualdade." Conceição Pereira notabilizou-se por ter sido dirigente e militante da UDP, cofundadora do Bloco de Esquerda na Madeira, e ainda membro ativo do Sindicato dos Escritórios, do Sindicato dos Professores da Madeira e, ainda, da União de Mulheres Alternativa e Resposta. "O seu falecimento deixa a participação cívica na Madeira mais pobre, mas o seu exemplo subsistirá em todos os projetos que se revêem nos valores que ela defendia", conclui o presidente.

Funchal enaltece exemplo e legado de Conceição Pereira
A Câmara Municipal do Funchal expressa o seu mais profundo pesar pelo falecimento, esta quinta-feira, 11 de junho, de Conceição Pereira, histórica sindicalista madeirense e cofundadora do Bloco de Esquerda na Região, endereçando aos seus familiares e amigos as mais sentidas condolências. O presidente Miguel Silva Gouveia destaca "o percurso marcante de Conceição Pereira no ativismo e na política madeirenses, evidenciado em causas tão fundamentais como os direitos das mulheres", recordando que, em 2015, foi também vencedora da 1a edição do Prémio Municipal Maria Aurora, com um trabalho original em defesa da igualdade de género. "Conceição Pereira foi, ao mesmo tempo, e desde 2013, uma pessoa sempre presente no nosso projeto de desenvolvimento para a cidade, quer através do Bloco de Esquerda, que integra a Coligação Confiança, quer através da União de Mulheres Alternativa e Resposta, com quem temos trabalhado de perto desde então, no âmbito da nossa Estratégia Municipal para a Igualdade." Conceição Pereira notabilizou-se por ter sido dirigente e militante da UDP, cofundadora do Bloco de Esquerda na Madeira, e ainda membro ativo do Sindicato dos Escritórios, do Sindicato dos Professores da Madeira e, ainda, da União de Mulheres Alternativa e Resposta. "O seu falecimento deixa a participação cívica na Madeira mais pobre, mas o seu exemplo subsistirá em todos os projetos que se revêem nos valores que ela defendia", conclui o presidente.