Governo assinala amanhã Dia da Região com atribuição de insígnias a personalidades madeirenses

O Governo Regional promove, esta quarta-feira, dia 1 de julho, as comemorações do Dia da Região Autónoma da Madeira e das Comunidades Madeirenses. De acordo com a Secretaria Regional de Inclusão Social e Cidadania, tendo em conta o atual contexto que se vive, o programa de comemorações apresenta algumas alterações ao seu formato habitual. Mesmo assim, vai manter-se a cerimónia de imposição das insígnias honoríficas madeirenses, que decorrerá pelas 16 horas no Salão Nobre do Governo Regional, com limitação de número de participantes, de forma a garantir que é assegurado o cumprimento das regras de distanciamento social e das medidas preventivas adequadas, recomendadas pelas autoridades de saúde para este tipo de eventos. "Apesar do momento que vivemos, o Governo Regional não poderia deixar de prestar a devida homenagem a personalidades e instituições madeirenses que se notabilizaram por méritos pessoais ou institucionais, atos, feitos cívicos ou serviços prestados à Região, através da imposição das insígnias autonómicas de valor, distinção e bons serviços", refere a mesma nota, salientando que, este ano, serão agraciadas sete personalidades e duas instituições. A Insígnia Autonómica de Valor será atribuída a Conceição Maria de Sousa Nunes Almeida Estudante e José Ferreira Prada. No que diz respeito à Insígnia Autonómica de Distinção, esta será atribuída a José Nelson Gomes de Abreu e à Associação Porta 33 - Associação Quebra Costas, Centro de Arte Contemporânea. A Insígnia Autonómica de Bons Serviços será atribuída a Maria Helena Tavares Ramos dos Santos Pereira, Felicidade de Carvalho Ferraz Branco, Maria Lúcia Fernandez da Cruz dos Santos e Manuel José Figueiroa França Gomes, bem como ao Centro Social e Paroquial de São Bento, da Ribeira Brava. O programa de comemorações inclui, ainda, a inauguração da escultura de Amândio de Sousa, a decorrer pelas 12h30 na rotunda Bernard Harvey Foster. A cerimónia, integrada nas comemorações dos 600 anos de descoberta da Madeira e do Porto Santo, contará com a presença da Banda Municipal da Ribeira Brava, que entoará os hinos, da Região e Nacional, bem como com uma intervenção do presidente da Comissão dos 600 anos, Guilherme Silva. Por fim, pelas 17h30, será celebrada uma missa, na Sé do Funchal, presidida por D. Nuno Brás, Bispo do Funchal.

Governo assinala amanhã Dia da Região com atribuição de insígnias a personalidades madeirenses
O Governo Regional promove, esta quarta-feira, dia 1 de julho, as comemorações do Dia da Região Autónoma da Madeira e das Comunidades Madeirenses. De acordo com a Secretaria Regional de Inclusão Social e Cidadania, tendo em conta o atual contexto que se vive, o programa de comemorações apresenta algumas alterações ao seu formato habitual. Mesmo assim, vai manter-se a cerimónia de imposição das insígnias honoríficas madeirenses, que decorrerá pelas 16 horas no Salão Nobre do Governo Regional, com limitação de número de participantes, de forma a garantir que é assegurado o cumprimento das regras de distanciamento social e das medidas preventivas adequadas, recomendadas pelas autoridades de saúde para este tipo de eventos. "Apesar do momento que vivemos, o Governo Regional não poderia deixar de prestar a devida homenagem a personalidades e instituições madeirenses que se notabilizaram por méritos pessoais ou institucionais, atos, feitos cívicos ou serviços prestados à Região, através da imposição das insígnias autonómicas de valor, distinção e bons serviços", refere a mesma nota, salientando que, este ano, serão agraciadas sete personalidades e duas instituições. A Insígnia Autonómica de Valor será atribuída a Conceição Maria de Sousa Nunes Almeida Estudante e José Ferreira Prada. No que diz respeito à Insígnia Autonómica de Distinção, esta será atribuída a José Nelson Gomes de Abreu e à Associação Porta 33 - Associação Quebra Costas, Centro de Arte Contemporânea. A Insígnia Autonómica de Bons Serviços será atribuída a Maria Helena Tavares Ramos dos Santos Pereira, Felicidade de Carvalho Ferraz Branco, Maria Lúcia Fernandez da Cruz dos Santos e Manuel José Figueiroa França Gomes, bem como ao Centro Social e Paroquial de São Bento, da Ribeira Brava. O programa de comemorações inclui, ainda, a inauguração da escultura de Amândio de Sousa, a decorrer pelas 12h30 na rotunda Bernard Harvey Foster. A cerimónia, integrada nas comemorações dos 600 anos de descoberta da Madeira e do Porto Santo, contará com a presença da Banda Municipal da Ribeira Brava, que entoará os hinos, da Região e Nacional, bem como com uma intervenção do presidente da Comissão dos 600 anos, Guilherme Silva. Por fim, pelas 17h30, será celebrada uma missa, na Sé do Funchal, presidida por D. Nuno Brás, Bispo do Funchal.