Governo recua e impõe quarentena aos funcionários da construção que vão para o Porto Santo

Depois de algumas horas de polémica e da posição da Câmara contra o Governo, a Secretaria emitiu uma posição em que volta a impor a quarentena. O curto comunicado diz o seguinte: "A Secretaria Regional de Saúde e Proteção Civil informa que todos os trabalhadores da área da construção civil que necessitam de se deslocar para o Porto Santo ficam sujeitos ao cumprimento da quarentena, 14 dias, com teste ao fim da mesma." Acrescenta ainda que "o inicio da retoma da sua atividade só poderá acontecer concluído este procedimento e após teste laboratorial COVID-19 negativo."

Governo recua e impõe quarentena aos funcionários da construção que vão para o Porto Santo
Depois de algumas horas de polémica e da posição da Câmara contra o Governo, a Secretaria emitiu uma posição em que volta a impor a quarentena. O curto comunicado diz o seguinte: "A Secretaria Regional de Saúde e Proteção Civil informa que todos os trabalhadores da área da construção civil que necessitam de se deslocar para o Porto Santo ficam sujeitos ao cumprimento da quarentena, 14 dias, com teste ao fim da mesma." Acrescenta ainda que "o inicio da retoma da sua atividade só poderá acontecer concluído este procedimento e após teste laboratorial COVID-19 negativo."