Governo Regional monitoriza enrocamentos e praia da Calheta

Terça-feira, 13 de Março de 2018

O Governo Regional vai monitorizar a praia da Calheta, todos os enrocamentos de proteção marítimas e ainda as estradas regionais, para avaliar as consequências do mau tempo. O objetivo é identificar danos estruturais ao nível dos perfilhamentos e proteção dos enrocamentos e do estado dos pavimentos e dos muros guarda. Também alguns edifícios públicos serão observados. Tudo em nome da segurança das populações, segundo refere uma nota do executivo.

O secretário regional dos Equipamentos e Infraestruturas, Amílcar Gonçalves, deu já instruções nesse sentido, sendo que o início dos trabalhos de monitorização, que se deverão prolongar por duas a três semanas, deve ocorrer na próxima semana, se as condições climatéricas assim o permitirem.

Essa monitorização vai ocorrer em toda a Região, ao nível das estradas regionais. No caso dos enrocamentos, a monitorização vai acontecer na Calheta, na Ponta do Sol, na Ribeira Brava, na Ponta Delgada, no Jardim do Mar, no Paúl do Mar, no Seixal, em São Vicente, em Machico e nos Reis Magos, para além do Funchal (frente-mar junto à ETAR), no local onde os mesmos estão implantados. No caso da Calheta e de Machico, a monitorização também vai incidir nas praias de areia, refere a nota do Governo Regional.

 




Publicidade
Publicidade