Inscrição reaviva FLAMA e FAMA na ‘Cruz Vermelha’

Uma inscrição numa das paredes do Largo da Cruz Vermelha, ou Praça Severiano Ferraz, reaviva os movimentos separatistas e autonomistas FLAMA e FAMA. A imagem, captada esta manhã, surpreendeu automobilistas e transeuntes. A FLAMA (Frente de...

Inscrição reaviva FLAMA e FAMA na ‘Cruz Vermelha’
Uma inscrição numa das paredes do Largo da Cruz Vermelha, ou Praça Severiano Ferraz, reaviva os movimentos separatistas e autonomistas FLAMA e FAMA. A imagem, captada esta manhã, surpreendeu automobilistas e transeuntes. A FLAMA (Frente de Libertação do Arquipélago da Madeira) foi uma organização separatista e paramilitar que chamou a si alguns ataques bombistas, com operações na Madeira entre os anos do pós-25 de abril, de 1975 a 1978. Anos mais tarde surgiu o FAMA, o Fórum para a Autonomia da Madeira, presidido pelo antigo autarca e deputado Gabriel Drumond.