João Carlos Abreu foi "um visionário" na política

A 2.ª edição de um dos livros mais marcantes de João Carlos Abreu, ‘Dona Joana Rabo de Peixe’, é finalmente uma realidade.  Os leitores do escritor, poeta, antigo secretário regional do Turismo e presidente da Criamar, aclamam a obra como uma...

João Carlos Abreu foi "um visionário" na política
A 2.ª edição de um dos livros mais marcantes de João Carlos Abreu, ‘Dona Joana Rabo de Peixe’, é finalmente uma realidade.  Os leitores do escritor, poeta, antigo secretário regional do Turismo e presidente da Criamar, aclamam a obra como uma das suas melhores e têm agora a oportunidade de voltar a embarcar nas vivências dos anos 40 e 50 na Rua de Santa Maria, narradas da forma mais fiel possível, com um extra, sendo esta reedição complementada com novos textos.  A reedição do livro foi apresentada esta segunda-feira, no Nini Design Center. Na ocasião, o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, enalteceu o trabalho de João Carlos Abreu em várias áreas, sobretudo na política, apelidando-o de “visionário” e lembrando que muitos dos eventos ligados ao Turismo na Madeira têm seu cunho, como a Festa da Flor. “A tua grande obra na Madeira é uma obra política em primeiro lugar”, reiterou. Albuquerque realçou ainda que João Carlos Abreu “escreve prosa como ninguém” e que este é “um livro intemporal”, que tem tanto de divertido como de trágico, e que “marca um retrato do que era a sociedade madeirense na primeira metade do século XX”.