JPP acusa Governo Regional de “deliberar apenas a favor dos seus"

No arranque dos trabalhos no plenário madeirense, na manhã desta quarta-feira, Paulo Alves colocou o ‘dedo na ferida’, aludindo que “vivemos uma fase em que os empresários estão apreensivos e preocupados”. O deputado do JPP critica que na Madeira “o Governo adota medidas e só depois é que dá conhecimento” acusando a Quinta Vigia de “deliberar apenas a favor dos seus, ou seja, às autarquias das suas cores”. Paulo Alves falou em medidas diferenciadas considerando que, por exemplo, Santa Cruz é prejudicada. Disse ainda que nos últimos anos “saíram das listas de espera 1.200 utentes por via de certidões de óbito” e ainda que “700 utentes tiveram que recorrer ao privado, pagando do seu bolso”.

JPP acusa Governo Regional de “deliberar apenas a favor dos seus"
No arranque dos trabalhos no plenário madeirense, na manhã desta quarta-feira, Paulo Alves colocou o ‘dedo na ferida’, aludindo que “vivemos uma fase em que os empresários estão apreensivos e preocupados”. O deputado do JPP critica que na Madeira “o Governo adota medidas e só depois é que dá conhecimento” acusando a Quinta Vigia de “deliberar apenas a favor dos seus, ou seja, às autarquias das suas cores”. Paulo Alves falou em medidas diferenciadas considerando que, por exemplo, Santa Cruz é prejudicada. Disse ainda que nos últimos anos “saíram das listas de espera 1.200 utentes por via de certidões de óbito” e ainda que “700 utentes tiveram que recorrer ao privado, pagando do seu bolso”.