Linha de crédito dos 100 milhões vai ser diferente para o Porto Santo

As adaptações à Ilha Dourada estão relacionadas com o volume de faturação das empresas porto-santenses.  A Invest RAM COVID-19, uma linha de crédito com montante global de 100 milhões de euros, sofreu alterações, nomeadamente um ajuste à realidade para as empresas porto-santenses, apurou o JM. Recorde-se que os montantes financiados podem ser totalmente convertidos em apoio a fundo perdido se, cumulativamente, se se mantiverem os postos de trabalho no fim do período de carência de 18 meses, se houver uma redução superior a 40% do volume de vendas, entre os meses de março e maio de 2020, comparativamente aos 90 dias anteriores. Todavia, no caso do Porto Santo, há adaptações à realidade local. As empresas sedeadas na Ilha Dourada podem aceder a este benefício se apresentarem uma redução superior a 15%, entre a média dos meses de março a maio comparativamente com a média dos 90 dias anteriores ou período homólogo.

Linha de crédito dos 100 milhões  vai ser diferente para o Porto Santo
As adaptações à Ilha Dourada estão relacionadas com o volume de faturação das empresas porto-santenses.  A Invest RAM COVID-19, uma linha de crédito com montante global de 100 milhões de euros, sofreu alterações, nomeadamente um ajuste à realidade para as empresas porto-santenses, apurou o JM. Recorde-se que os montantes financiados podem ser totalmente convertidos em apoio a fundo perdido se, cumulativamente, se se mantiverem os postos de trabalho no fim do período de carência de 18 meses, se houver uma redução superior a 40% do volume de vendas, entre os meses de março e maio de 2020, comparativamente aos 90 dias anteriores. Todavia, no caso do Porto Santo, há adaptações à realidade local. As empresas sedeadas na Ilha Dourada podem aceder a este benefício se apresentarem uma redução superior a 15%, entre a média dos meses de março a maio comparativamente com a média dos 90 dias anteriores ou período homólogo.