Madeira debate desafios e tendências da maternidade na Região

As farmácias da Madeira organizam no próximo dia 7 de fevereiro, às 9h30, no Funchal, uma conferência para debater os desafios da natalidade na região da Madeira.  As tendências da fecundidade no presente e as expetativas para o futuro são...

Madeira debate desafios e tendências da maternidade na Região
As farmácias da Madeira organizam no próximo dia 7 de fevereiro, às 9h30, no Funchal, uma conferência para debater os desafios da natalidade na região da Madeira.  As tendências da fecundidade no presente e as expetativas para o futuro são alguns dos temas previstos para a conferência ‘Nascer, para uma Região sustentável’.  O encontro conta com a participação do secretário Regional de Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos, o presidente da Associação Nacional das Farmácias (ANF), Paulo Cleto Duarte, Herberto Jesus da IASAÚDE, do IP-RAM, e Isabel Tiago Oliveira, do ISCTE.   Esta iniciativa surge no âmbito do programa de incentivo à natalidade, Kit Bebé, implementado na Região Autónoma da Madeira, em janeiro de 2019. Uma ação promovida pelo Governo Regional para promover e criar condições de qualidade de vida e bem-estar das famílias residentes na Região.  O incentivo à natalidade, assumido pelo Governo Regional da Madeira, reveste a forma de atribuição de um subsídio, em formato de cartão designado Kit Bebé, cujo saldo pode ser utilizado nas farmácias da Região, para aquisição de bens indispensáveis à saúde e bem-estar, nomeadamente medicamentos de uso pediátrico, vacinas não incluídas no Programa Nacional de Vacinação e produtos de saúde e bem- -estar.  Em 2019, o valor do subsídio atribuído por criança foi de 400€ e beneficiou 1.864 recém-nascidos. Em 2020, pretende-se reforçar esta política de incentivo à natalidade.