Maioria absoluta do PS no Porto Santo

 O PSD perdeu a maioria absoluta que tinha desde 1976 no concelho madeirense do Porto Santo, após a vitória histórica do PS, que conquistou hoje 50,75% votos dos porto-santenses, segundo os resultados das eleições regionais. De acordo com informação...

Maioria absoluta do PS no Porto Santo
 O PSD perdeu a maioria absoluta que tinha desde 1976 no concelho madeirense do Porto Santo, após a vitória histórica do PS, que conquistou hoje 50,75% votos dos porto-santenses, segundo os resultados das eleições regionais. De acordo com informação disponibilizada pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, o concelho do Porto Santo registou uma reviravolta nestas eleições, com o PSD a registar a maior derrota, passando dos 54,95% de votos registados em 2015 para 35,73%, apesar de a quebra de número de votantes ser de 1.532 para 1.089, o que resulta na perda de 443 votos. Neste ato eleitoral, o PS conseguiu 1.547 votos (50,75%), quando em 2015, quando se apresentou na coligação PS-PTP-PAN-MPT, tinha arrecadado 504 (18,08%), triplicando assim o número de votos. Comparando os dados de votantes no Porto Santo, que tem apenas uma freguesia, os socialistas conquistaram hoje votos nos abstencionistas, uma vez que se registou um aumento de 2.788 votantes, dos 5.559 inscritos, em 2015 (50,15%) para 3.048 votantes dos 5.152 inscritos (59,16%) nestas eleições para a assembleia legislativa regional da Madeira. Nas primeiras eleições legislativas na Região Autónoma da Madeira, em 1976, o PSD teve 53,39% dos votos no Porto Santo, maioria absoluta que se manteve intocável até 2015, sempre com o PS em segundo lugar nas opções dos porto-santenses. Em 1976, o PS registou 38,48% dos votos, percentagem que registou um momento de quebra em 2007, para 21,57%, e em 2011, para 16,33%. Mesmo em 2015, quando se apresentaram às eleições com a coligação PS-PTP-PAN-MPT, os socialistas conseguiram apenas 18,08% dos votos. À semelhança do registado desde 1976, o CDS-PP ficou em terceiro lugar na opção de voto dos porto-santenses nestas eleições, contabilizando 3,51% dos votos, apesar de ser um resultado de quebra em relação a 2015, em que terminou com 8,46% dos votos. Nas eleições de hoje, o quarto lugar no Porto Santo foi para o JPP, com 1,28%, o que revela uma descida em comparação com os 4,48% verificados em 2015. Como novidades no Porto Santo, aparece o partido Chega, que ocupa o quinto lugar nestas regionais, com 1,12%, seguindo-se BE (1,08%), PAN (0,89%), PCP-PEV (0,89%), PTP (0,66%), PURP (0,52%), MPT (0,23%), R.I.R. (0,20%), PCTP/MRPP (0,16%), Aliança (0,13%), Iniciativa Liberal (0,13%), PNR (0,10%) e PDR (0,07%).