Não usar linha 112 para denunciar incumprimentos da quarentena, apela PSP

O Comando Regional da PSP Madeira apela à população madeirense e porto-santense para não estabelecerem contato com a Linha de Emergência Nacional '112', para efeitos de comunicação de situações relacionadas com potenciais incumprimentos das medidas de confinamento obrigatório ou quarentenas sanitárias, evitando dessa forma o congestionamento da referida linha telefónica. Em comunicado, esta força policial lembra que esta linha "necessita de estar desimpedida para a comunicação de ocorrências mais urgentes com vítimas efetivas". Contudo, refere, "caso sejam constatadas as situações de incumprimentos das medidas aplicadas pelas autoridades de saúde, deverão ser utilizados os seguintes contatos": ·        Sede do Comando Regional da PSP da Madeira – 291 208 400; ·        Esquadra do Funchal – 291 208 475; ·        Esquadra de Câmara de Lobos – 291 ·        Esquadra a Ribeira Brava – 291 950 020; ·        Esquadra da Ponta do Sol – 291 972 223; ·        Esquadra da Calheta – 291 822 422; ·        Esquadra de São Vicente – 291 840 170; ·        Esquadra do Porto Moniz – 291 853 361; ·        Esquadra de Santa Cruz – 291 529 130; ·        Esquadra de Machico – 291 965 574; ·        Esquadra de Santana – 291 572 403; ·        Esquadra do Porto Santo – 291 980 010; ·        Esquadra de Segurança Aeroportuária da Madeira – 291 520 889; ·        Esquadra de Segurança Aeroportuária do Porto Santo – 291 982 289.   A nota termina com o Comando Regional da Polícia de Segurança Pública a "reafirmar o seu compromisso em fazer cumprir todas as normas que visam a prevenção do contágio epidemiológico na Madeira e Porto Santo".  

Não usar linha 112 para denunciar incumprimentos da quarentena, apela PSP
O Comando Regional da PSP Madeira apela à população madeirense e porto-santense para não estabelecerem contato com a Linha de Emergência Nacional '112', para efeitos de comunicação de situações relacionadas com potenciais incumprimentos das medidas de confinamento obrigatório ou quarentenas sanitárias, evitando dessa forma o congestionamento da referida linha telefónica. Em comunicado, esta força policial lembra que esta linha "necessita de estar desimpedida para a comunicação de ocorrências mais urgentes com vítimas efetivas". Contudo, refere, "caso sejam constatadas as situações de incumprimentos das medidas aplicadas pelas autoridades de saúde, deverão ser utilizados os seguintes contatos": ·        Sede do Comando Regional da PSP da Madeira – 291 208 400; ·        Esquadra do Funchal – 291 208 475; ·        Esquadra de Câmara de Lobos – 291 ·        Esquadra a Ribeira Brava – 291 950 020; ·        Esquadra da Ponta do Sol – 291 972 223; ·        Esquadra da Calheta – 291 822 422; ·        Esquadra de São Vicente – 291 840 170; ·        Esquadra do Porto Moniz – 291 853 361; ·        Esquadra de Santa Cruz – 291 529 130; ·        Esquadra de Machico – 291 965 574; ·        Esquadra de Santana – 291 572 403; ·        Esquadra do Porto Santo – 291 980 010; ·        Esquadra de Segurança Aeroportuária da Madeira – 291 520 889; ·        Esquadra de Segurança Aeroportuária do Porto Santo – 291 982 289.   A nota termina com o Comando Regional da Polícia de Segurança Pública a "reafirmar o seu compromisso em fazer cumprir todas as normas que visam a prevenção do contágio epidemiológico na Madeira e Porto Santo".