Olavo Câmara acusa Secretaria da Agricultura de não defender a Madeira no novo plano estratégico para a PAC

O deputado do Partido Socialista-Madeira à Assembleia da República Olavo Câmara questionou, ontem, a ministra da Agricultura sobre se já se reuniu com os governos regionais da Madeira e dos Açores e qual o seu posicionamento em relação ao novo quadro comunitário de apoio, concretamente a Política Agrícola Comum (PAC) 2021-2027. "Em particular no caso da Madeira, quantas vezes ocorreram essas reuniões e quando começaram? E quem do Governo Regional tem representado a Madeira nessas reuniões para salvaguardar os interesses e especificidades da agricultura regional?", perguntou o parlamentar madeirense na Comissão de Agricultura e Mar. Em resposta, a ministra apontou que, no que se refere à relação com o Governo Regional da Madeira, "esse contacto não tem sido tao profícuo e tão próximo", o que "é pena", dado ser importante "podermos contribuir todos para o desenvolvimento daquele que é o desígnio nacional". Referiu, por outro lado, que com o Governo Regional dos Açores «a interação tem sido efetivamente  mais próxima». Olavo Câmara coloca em causa a forma como a Secretaria Regional da Agricultura tem defendido a agricultura madeirense no próximo Plano Estratégico da Política Agrícola Comum. "Como podemos defender a Madeira se não vamos às reuniões", pergunta o parlamentar, vincando que existem novas regras para a PAC 2021/2027 e que o Governo Regional não tem participado de forma ativa nessa discussão, alertando para a necessidade de serem salvaguardados os interesses da agricultura regional.  

Olavo Câmara acusa Secretaria da Agricultura de não defender a Madeira no novo plano estratégico para a PAC
O deputado do Partido Socialista-Madeira à Assembleia da República Olavo Câmara questionou, ontem, a ministra da Agricultura sobre se já se reuniu com os governos regionais da Madeira e dos Açores e qual o seu posicionamento em relação ao novo quadro comunitário de apoio, concretamente a Política Agrícola Comum (PAC) 2021-2027. "Em particular no caso da Madeira, quantas vezes ocorreram essas reuniões e quando começaram? E quem do Governo Regional tem representado a Madeira nessas reuniões para salvaguardar os interesses e especificidades da agricultura regional?", perguntou o parlamentar madeirense na Comissão de Agricultura e Mar. Em resposta, a ministra apontou que, no que se refere à relação com o Governo Regional da Madeira, "esse contacto não tem sido tao profícuo e tão próximo", o que "é pena", dado ser importante "podermos contribuir todos para o desenvolvimento daquele que é o desígnio nacional". Referiu, por outro lado, que com o Governo Regional dos Açores «a interação tem sido efetivamente  mais próxima». Olavo Câmara coloca em causa a forma como a Secretaria Regional da Agricultura tem defendido a agricultura madeirense no próximo Plano Estratégico da Política Agrícola Comum. "Como podemos defender a Madeira se não vamos às reuniões", pergunta o parlamentar, vincando que existem novas regras para a PAC 2021/2027 e que o Governo Regional não tem participado de forma ativa nessa discussão, alertando para a necessidade de serem salvaguardados os interesses da agricultura regional.