PDR diz que desemprego "camuflado" não é solução para a Madeira

"O desemprego na Madeira tem vindo a baixar gradualmente, mas o mérito não está apenas na política do Governo Regional, mas em toda a conjuntura social e económica", afirma Filipe Rebelo. O cabeça de lista do PDR insiste na questão do desemprego...

PDR diz que desemprego "camuflado" não é solução para a Madeira
"O desemprego na Madeira tem vindo a baixar gradualmente, mas o mérito não está apenas na política do Governo Regional, mas em toda a conjuntura social e económica", afirma Filipe Rebelo. O cabeça de lista do PDR insiste na questão do desemprego camuflado através de formações ou estágios e sublinha que estas não constituem soluções de longo prazo. "Há um decréscimo homólogo nos valores do desemprego, mas se formos a avaliar bem, passada a época alta e com mais procura de mão-de-obra e finalizados muitos programas de emprego os números voltam a aumentar. É preciso haver também sensibilização dos empresários, para que não usem estágios e mais estágios, apenas para conseguir trabalhadores a baixo custo. E aqui a fiscalização do Instituto de Emprego da Madeira não pode falhar", diz Filipe Rebelo. Para o PDR, o trabalho feito no emprego deve ser mais profundo e assegurar postos de trabalho efetivos. "Passado um ano muitas pessoas voltam ao desemprego e pior: muitas delas deixam de auferir qualquer subsídio". Filipe Rebelo diz ainda que na questão do empreendedorismo falta divulgação, nomeadamente dos programas comunitários onde se podem ir buscar verbas. "A falta de conhecimento leva a que muitos jovens não arrisquem num negócio próprio".