PSD considera que Funchal poderia devolver 4% de IRS às famílias

A proposta do PSD nesta matéria aponta para o aumento da devolução do IRS às famílias para 4%, valor que era exequível, no entender dos social-democratas, até porque a CMF tem tido lucro ano após ano. "Caso o executivo municipal do Funchal...

PSD considera que Funchal poderia devolver 4% de IRS às famílias
A proposta do PSD nesta matéria aponta para o aumento da devolução do IRS às famílias para 4%, valor que era exequível, no entender dos social-democratas, até porque a CMF tem tido lucro ano após ano. "Caso o executivo municipal do Funchal aprovasse e implementasse as propostas que o PSD tem vindo a propor, ano após ano, no respeitante à carga fiscal e, concretamente, ao IRS, os funchalenses seriam muito mais beneficiados e veriam devolvidos muito mais rendimentos do que a autarquia lhes tem devolvido, optando por reter verbas que não lhe pertencem". A afirmação é da vereação social-democrata que reage, desta forma, à notícia avançada hoje, pelo JM, relativa às devoluções do IRS em todos os municípios do País. "Só nestes três últimos orçamentos e no respeitante ao IRS, o valor que poderia ter sido devolvido às famílias ascende a 18 milhões de euros, sendo que os valores propostos pela autarquia para a devolução rondaram, apenas, os 5,5 milhões, o que significa que a Câmara do Funchal está a ficar com cerca de 12,5 milhões de euros que são das famílias do nosso concelho", reforçam, numa opção que o PSD repudia, na medida "em que considera que a mesma não cumpre qualquer propósito a não ser o interesse do próprio executivo e não da população". Aliás, "não fosse a votação em bloco da oposição contra o Orçamento Municipal para este ano, a Câmara do Funchal preparava-se para aumentar a carga fiscal às famílias e empresas do concelho", sublinham.