PSD diz que freguesia de Machico merece outro dinamismo

“Ainda que as manifestações públicas devam ser contidas, atendendo ao respeito pela nossa saúde e segurança, nesta fase de contenção da pandemia, continua a ser tempo de refletir e de projetar novas soluções para os nossos concelhos e freguesias, soluções essas que, no caso de Machico, não chegam à população nem aos nossos empresários nem, muito menos, a quem mais precisa”. A afirmação é do presidente da Comissão Política de Freguesia do PSD Machico que, no aniversário da Freguesia, lembra o muito que poderia ser feito para benefício de uma localidade que “estagnou no tempo, pese embora o seu potencial”, tanto do ponto de vista económico e social, mas, também, do ponto de vista urbanístico e ambiental. “Hoje, temos inúmeros exemplos de estradas sem qualquer manutenção, jardins públicos degradados, falta de limpeza nas ruas, escassos apoios sociais e uma total incapacidade, por parte de quem gere a Junta de Freguesia de Machico e a própria Câmara Municipal, de atrair investimento privado, capaz de gerar emprego e riqueza, aumentando os rendimentos das nossas famílias”, critica Luís Ferreira, reforçando que “a freguesia de Machico e cada um dos seus residentes merece muito mais e melhor” e garantindo que o PSD esta a trabalhar para assumir-se como alternativa, já em 2021, “em nome de um compromisso que atualmente não existe com a população”. Social-democrata que, lamentando o chumbo recorrente às várias propostas que o PSD tem vindo a apresentar na Assembleia de Freguesia de Machico, assume, todavia, que “o combate à falta de planeamento, de rigor e de transparência nos procedimentos da governação socialista, na Junta de Freguesia, são para continuar”, assim como é para continuar e reforçar a defesa dos interesses de quem vive nesta localidade e o orgulho daqueles que, estando fora da Região, continuam a ter Machico bem presente.

PSD diz que freguesia de Machico merece outro dinamismo
“Ainda que as manifestações públicas devam ser contidas, atendendo ao respeito pela nossa saúde e segurança, nesta fase de contenção da pandemia, continua a ser tempo de refletir e de projetar novas soluções para os nossos concelhos e freguesias, soluções essas que, no caso de Machico, não chegam à população nem aos nossos empresários nem, muito menos, a quem mais precisa”. A afirmação é do presidente da Comissão Política de Freguesia do PSD Machico que, no aniversário da Freguesia, lembra o muito que poderia ser feito para benefício de uma localidade que “estagnou no tempo, pese embora o seu potencial”, tanto do ponto de vista económico e social, mas, também, do ponto de vista urbanístico e ambiental. “Hoje, temos inúmeros exemplos de estradas sem qualquer manutenção, jardins públicos degradados, falta de limpeza nas ruas, escassos apoios sociais e uma total incapacidade, por parte de quem gere a Junta de Freguesia de Machico e a própria Câmara Municipal, de atrair investimento privado, capaz de gerar emprego e riqueza, aumentando os rendimentos das nossas famílias”, critica Luís Ferreira, reforçando que “a freguesia de Machico e cada um dos seus residentes merece muito mais e melhor” e garantindo que o PSD esta a trabalhar para assumir-se como alternativa, já em 2021, “em nome de um compromisso que atualmente não existe com a população”. Social-democrata que, lamentando o chumbo recorrente às várias propostas que o PSD tem vindo a apresentar na Assembleia de Freguesia de Machico, assume, todavia, que “o combate à falta de planeamento, de rigor e de transparência nos procedimentos da governação socialista, na Junta de Freguesia, são para continuar”, assim como é para continuar e reforçar a defesa dos interesses de quem vive nesta localidade e o orgulho daqueles que, estando fora da Região, continuam a ter Machico bem presente.