Psicólogos promoveram encontro para "servirem melhor a comunidade"

Encerrou, no início desta tarde, no salão nobre da Assembleia Legislativa da Madeira o encontro de dois dias promovido pela delegação regional da Madeira da Ordem dos Psicólogos Portugueses. Foram dois dias em que a carreira e os desafios dos...

Psicólogos promoveram encontro para "servirem melhor a comunidade"
Encerrou, no início desta tarde, no salão nobre da Assembleia Legislativa da Madeira o encontro de dois dias promovido pela delegação regional da Madeira da Ordem dos Psicólogos Portugueses. Foram dois dias em que a carreira e os desafios dos psicólogos estiveram em debate, num evento que reuniu mais de 150 profissionais. Ao JM, o presidente da delegação regional da Madeira da Ordem dos Psicólogo disse que "foram dois dias bastante produtivos", focados na "organização da profissão, como é que podemos otimizar as intervenções e para servir melhor a comunidade". Renato Carvalho referiu ainda que aquilo que se pretendeu com o evento foi, acima de tudo "olhar para a realidade e perceber o que é que podemos fazer e como podemos organizar as coisas de forma a que corram melhor", salientando que essa abordagem envolveu o falar sobre o "posicionamento dos serviços de psicologia nas escolas" e "olhar para a intervenção baseada na evidência". "Se eu sei que os níveis de atenção estão altamente concentrados nos primeiros 15-20 minutos, para as sessões de 90 minutos teremos de saber dinamizá-las para que não se perca a atenção do público", exemplificou o psicólogo, tendo em conta como funciona o cérebro no momento da aprendizagem e aquilo que acontece nas escolas. Outro aspeto focado neste encontro foi a intervenção psicológica em contexto escolar e os desafios que se colocam entre a ação individual e aquilo que são é a responsabilidade das instituições. Renato Carvalho entende que, relativamente a este assunto, "cada profissional tem o compromisso individual em ser competente e fazer bem o seu trabalho, mas isso não é suficiente. Há também a responsabilidade das instituições porque eu posso me esforçar muito em ser competente, mas têm de haver também condições institucionais que reforcem essa competência". De referir que a delegação regional da Madeira da Ordem dos Psicólogos Portugueses tem atualmente 470 associados, 30 dos quais são 'psicólogos júnior' isto é, estão a realizar o seu estágio profissional.