Ribeira Brava apoia alunos prejudicados pela covid-19

A covid-19 veio trazer desafios ao modo como é concebido o ensino, obrigando a que se recorra atualmente ao telensino para garantir a continuidade do presente ano letivo. Por este motivo e “somadas todas as necessidades” a Câmara da Ribeira Brava adquiriu 60 routers e 90 tablets para garantir que “os alunos mais carenciados tenham acesso às condições de ensino para o que resta do ano letivo”, conforme adianta Ricardo Nascimento. O edil ribeira-bravense refere ser um “investimento adicional causado por esta situação inesperada”, possibilitando que “todos os alunos possam acompanhar as aulas e interagirem com professores e colegas”. Os equipamentos estão a ser distribuídos aos alunos sinalizados pelas escolas do concelho, mediante o levantamento de necessidades efetuado, sendo entregues a título de empréstimo até final do ano letivo. A totalidade dos tablets foram distribuidos pelos alunos do primeiro ciclo, enquanto os routers foram distribuidos por alunos de todos os ciclos de ensino. Ao todo a autarquia conta investir um montante a rondar os 20 mil euros. A autarquia destaca ainda a colaboração da Casa do Povo da Serra de Água, que disponibilizou alguns equipamentos para apoio aos alunos neste âmbito.

A covid-19 veio trazer desafios ao modo como é concebido o ensino, obrigando a que se recorra atualmente ao telensino para garantir a continuidade do presente ano letivo. Por este motivo e “somadas todas as necessidades” a Câmara da Ribeira Brava adquiriu 60 routers e 90 tablets para garantir que “os alunos mais carenciados tenham acesso às condições de ensino para o que resta do ano letivo”, conforme adianta Ricardo Nascimento. O edil ribeira-bravense refere ser um “investimento adicional causado por esta situação inesperada”, possibilitando que “todos os alunos possam acompanhar as aulas e interagirem com professores e colegas”. Os equipamentos estão a ser distribuídos aos alunos sinalizados pelas escolas do concelho, mediante o levantamento de necessidades efetuado, sendo entregues a título de empréstimo até final do ano letivo. A totalidade dos tablets foram distribuidos pelos alunos do primeiro ciclo, enquanto os routers foram distribuidos por alunos de todos os ciclos de ensino. Ao todo a autarquia conta investir um montante a rondar os 20 mil euros. A autarquia destaca ainda a colaboração da Casa do Povo da Serra de Água, que disponibilizou alguns equipamentos para apoio aos alunos neste âmbito.