RIR diz que fará “tudo por tudo” para acabar com monopólio na inspeção automóvel

O cabeça de lista do RIR às eleições legislativas da Madeira, Roberto Vieira, disse hoje que se o partido eleger deputados em 22 de setembro fará "tudo por tudo" para acabar com o monopólio do Centro de Inspeções da Madeira. "Como todos nós...

RIR diz que fará “tudo por tudo” para acabar com monopólio na inspeção automóvel
O cabeça de lista do RIR às eleições legislativas da Madeira, Roberto Vieira, disse hoje que se o partido eleger deputados em 22 de setembro fará "tudo por tudo" para acabar com o monopólio do Centro de Inspeções da Madeira. "Como todos nós sabemos é o centro de inspeções mais caro do país, não tem concorrência, por isso pratica os preços mais altos e não podemos contestar porque a inspeção é obrigatória", disse o candidato, numa ação de campanha junto ao edifício daquele centro, no Funchal. Roberto Vieira lamentou também a degradação das estradas do arquipélago, quer regionais como municipais, e os consequentes danos provocados nos automóveis, vincando que as pessoas acabam por "ganhar apenas para o carro". "O nosso compromisso com a população madeirense é abrir um concurso para que outras empresas de inspeção automóvel possam vir para a Madeira", afirmou. O cabeça de lista do RIR assegurou que "há interessados" no negócio e lembrou que noutras regiões do país existe mais do que um centro de inspeções. "Aqui vê-se claramente que há um apoio, um compadrio, que parece não querer deixar entrar aqui a concorrência, que acabava por ser benéfica para a população, porque os preços baixam obrigatoriamente", considerou. Ao terceiro dia de campanha, Roberto Vieira indicou que as ações do RIR incidem no contacto porta a porta com a população, particularmente nos bairros sociais, mas também com comerciantes, sindicatos e associações. "Nós somos diferentes, vamos fazer diferente e é isso que nos comprometemos com a população", disse, reconhecendo, no entanto, que é "difícil" um partido novo passar a mensagem. "Muita gente faz confusão e pensa que o nome RIR acaba por ser para brincar. Não é para brincar. RIR é Reagir, Incluir, Reciclar e é isso que vamos fazer e é esse o nosso compromisso", afirmou. As eleições regionais legislativas da Madeira decorrem em 22 de setembro, com 16 partidos e uma coligação a disputar os 47 lugares no parlamento regional. PDR, CHEGA, PNR, BE, PS, PAN, Aliança, Partido da Terra-MPT, PCTP/MRPP, PPD/PSD, Iniciativa Liberal, PTP, PURP, CDS-PP, CDU (PCP/PEV), JPP e RIR são as 17 candidaturas validadas para estas eleições, com um círculo único. Nas regionais de 2015, os sociais-democratas seguraram a maioria absoluta - com que sempre governaram a Madeira - por um deputado, com 24 dos 47 parlamentares.