Saldo natural mantém-se negativo, embora menos expressivo do que no período homólogo

No 1.º trimestre de 2020, os dados preliminares da demografia mostram que a Região registou um saldo natural negativo de -269 indivíduos, resultante de um número de nados vivos (442) inferior ao número de óbitos (711). De acordo com dados divulgados hoje pela Direção Regional de Estatística, no mesmo trimestre de 2019, o saldo natural havia sido igualmente negativo, -317 indivíduos (466 nados vivos e 783 óbitos). Nos primeiros três meses de 2020, foi também averbado 1 óbito com menos de um ano e ainda um feto morto. No período em referência, realizaram-se 150 casamentos, mais nove que no período homólogo.

Saldo natural mantém-se negativo, embora menos expressivo do que no período homólogo
No 1.º trimestre de 2020, os dados preliminares da demografia mostram que a Região registou um saldo natural negativo de -269 indivíduos, resultante de um número de nados vivos (442) inferior ao número de óbitos (711). De acordo com dados divulgados hoje pela Direção Regional de Estatística, no mesmo trimestre de 2019, o saldo natural havia sido igualmente negativo, -317 indivíduos (466 nados vivos e 783 óbitos). Nos primeiros três meses de 2020, foi também averbado 1 óbito com menos de um ano e ainda um feto morto. No período em referência, realizaram-se 150 casamentos, mais nove que no período homólogo.