Secretário do Turismo e Cultura fala sobre a importância do investimento no Património Cultural

O secretário regional de Turismo e Cultura marcou presença, esta segunda-feira, no encerramento da ação de formação 'Gestão de Riscos em Património Cultural', que decorreu no auditório do Centro de Estudos de História do Atlântico Alberto Vieira....

Secretário do Turismo e Cultura fala sobre a importância do investimento no Património Cultural
O secretário regional de Turismo e Cultura marcou presença, esta segunda-feira, no encerramento da ação de formação 'Gestão de Riscos em Património Cultural', que decorreu no auditório do Centro de Estudos de História do Atlântico Alberto Vieira. A ação de formação, direcionada para profissionais de museus, de arquivos, bibliotecas e da área do Património Cultural, trouxe à Madeira um conjunto de especialistas nesta matéria. Para Eduardo Jesus, a iniciativa, do Conselho Internacional de Museus (ICOM – Portugal) em parceria com a Direção Regional da Cultura revela-se de grande importância, pois permitiu aos participantes "saber compreender quais os procedimentos mais adequados em emergência e conhecer em cada museu quais os conteúdos que têm prioridade nas situações mais exigentes", numa Região que tem, ano após ano, aumentado substancialmente o investimento no restauro, na preservação e na recuperação do património existente. O secretário regional de Turismo e Cultura recordou o investimento realizado no passado recente, citando como exemplos o restauro das peças de ourivesaria e abertura da Sala do Tesouro da Igreja Matriz de Machico, bem como a recuperação do Solar de São Cristóvão e Solar do Aposento, que são " também exemplos do compromisso do Governo Regional na preservação cultural, permitindo à população dos diversos concelhos da Região, o acesso e fruição do património existente". Eduardo Jesus, que destacou também, as obras de recuperação do Convento de Santa Clara e o restauro dos tetos mudéjares da Sé, salientou que "todo o investimento que se tem concretizado no Património Cultural significa uma opção, mas requer uma política de preservação, conservação e cuidado na fruição deste legado da história".