Sobe para 75 o número de mortos em explosão de camião na Tanzânia

O número de mortos na Tanzânia, na sequência da explosão de um camião cisterna, no sábado, subiu para 75, anunciaram hoje fontes oficiais das autoridades de saúde da região. "Temos a lamentar mais quatro mortes; os corpos estão ainda na morgue,...

Sobe para 75 o número de mortos em explosão de camião na Tanzânia
O número de mortos na Tanzânia, na sequência da explosão de um camião cisterna, no sábado, subiu para 75, anunciaram hoje fontes oficiais das autoridades de saúde da região. "Temos a lamentar mais quatro mortes; os corpos estão ainda na morgue, à espera da identificação das famílias", disse o porta-voz do Hospital Nacional de Dar es Salam, apontando que as mortes se deveram à deterioração dos ferimentos que tinham sofrido. O Presidente da Tanzânia decretou no domingo três dias de luto nacional na sequência da explosão de um camião cisterna que provocou 64 mortos na zona leste do país. “O Presidente John Magufuli decretou três dias de luto nacional a contar a partir de sábado”, indica um comunicado oficial, citado pela agência France-Presse. Um último balanço divulgado no sábado apontava para 62 pessoas mortas na explosão, mas o número foi entretanto atualizado para 64 vítimas mortais, mas que veio a aumentar. Grande parte das vítimas são condutores de mototáxis e pessoas da zona que acorreram ao local onde o camião se despistou para recuperar combustível. Segundo o governador de Morogoro, Stephen Kebwe, quando as pessoas enchiam as suas latas com combustível, um homem tentou arrancar a bateria do camião, provocando a explosão. O incidente ocorreu no sábado, por volta das 08:30 locais (06:30 em Lisboa) na comuna de Msamvu, na periferia de Morogoro. Ao final da manhã, as autoridades anunciaram a extinção do incêndio. "A região de Morogoro nunca tinha tido um desastre de tal magnitude”, disse Stephen Kebwe à imprensa no local.