Terceiro período com aulas à distância e sem exames de aferição e exames do 9.º ano

“O terceiro período iniciar-se-á como previsto, no próximo dia 14, mas sem atividades letivas presenciais", anunciou há instantes o primeiro-ministro, António Costa. Assim sendo, a avaliação será feita pelos professores “que melhor conhecem os alunos, “sem provas de aferição e sem exames do 9.º ano" "No ensino básico, do 1.º ao 9.º ano, todo o terceiro período prosseguirá com o ensino à distância, que será reforçado com o apoio de emissão televisiva de conteúdos pedagógicos (Governo Regional já estabeleceu protocolo com a RTP-Madeira para o efeito), que complementarão, mas não substituirão, o trabalho pedagógico que os professores vêm desenvolvendo com os seus alunos", notou ainda,. Decisão tomada porque entende ainda não ter chegado ao dia de “levantar medidas de circulação de afastamento social", disse António Costa.

Terceiro período com aulas à distância e sem exames de aferição e exames do 9.º ano
“O terceiro período iniciar-se-á como previsto, no próximo dia 14, mas sem atividades letivas presenciais", anunciou há instantes o primeiro-ministro, António Costa. Assim sendo, a avaliação será feita pelos professores “que melhor conhecem os alunos, “sem provas de aferição e sem exames do 9.º ano" "No ensino básico, do 1.º ao 9.º ano, todo o terceiro período prosseguirá com o ensino à distância, que será reforçado com o apoio de emissão televisiva de conteúdos pedagógicos (Governo Regional já estabeleceu protocolo com a RTP-Madeira para o efeito), que complementarão, mas não substituirão, o trabalho pedagógico que os professores vêm desenvolvendo com os seus alunos", notou ainda,. Decisão tomada porque entende ainda não ter chegado ao dia de “levantar medidas de circulação de afastamento social", disse António Costa.