500 queixas na Inspeção por salários em atraso na Madeira

A Inspeção Regional do Trabalho revela ao JM já ter recebido mais de 500 queixas de trabalhadores devido a incumprimentos salariais. Muitas empresas solicitaram o lay-off, mas não cumprem com as obrigações retributivas para com os seus colaboradores. Este é o assunto em destaque no JM de hoje.  Mercado interno não chega. Empresas turísticas tentam adaptar oferta aos residentes, mas admitem não conseguir sobreviver só com o turismo local.  Ligações da ARDITI denunciadas no Parlamento. A deputada socialista Luísa Paolinelli entende que "as ligações do ARDITI com os beneficiários dos projetos levantam questões que têm de ser clarificadas". A Agência, presidida por Nuno Nunes, que na última semana viu o Governo Regional atribuir-lhe mais 500 mil euros, garante que "não interfere no processo de avaliação". Também nesta edição, saiba que os nadadores-salvadores pedem alterações no socorro a banhistas; Centro de Saúde dos Canhas acusado de deixar diabético sem medicação; restrições levam operador da Galiza a suspender operação para a Madeira e Governo já pagou quase 200 mil euros ao Hotel Dom Pedro. Entre 7 de abril e final de maio, 240 pessoas foram alojadas na unidade hoteleira em Machico.  Saiba ainda que já foram submetidos sete pedidos de 'habeas corpus' na Região. Estes e outros temas para ler na edição impressa de hoje. 

500 queixas na Inspeção por salários em atraso na Madeira
A Inspeção Regional do Trabalho revela ao JM já ter recebido mais de 500 queixas de trabalhadores devido a incumprimentos salariais. Muitas empresas solicitaram o lay-off, mas não cumprem com as obrigações retributivas para com os seus colaboradores. Este é o assunto em destaque no JM de hoje.  Mercado interno não chega. Empresas turísticas tentam adaptar oferta aos residentes, mas admitem não conseguir sobreviver só com o turismo local.  Ligações da ARDITI denunciadas no Parlamento. A deputada socialista Luísa Paolinelli entende que "as ligações do ARDITI com os beneficiários dos projetos levantam questões que têm de ser clarificadas". A Agência, presidida por Nuno Nunes, que na última semana viu o Governo Regional atribuir-lhe mais 500 mil euros, garante que "não interfere no processo de avaliação". Também nesta edição, saiba que os nadadores-salvadores pedem alterações no socorro a banhistas; Centro de Saúde dos Canhas acusado de deixar diabético sem medicação; restrições levam operador da Galiza a suspender operação para a Madeira e Governo já pagou quase 200 mil euros ao Hotel Dom Pedro. Entre 7 de abril e final de maio, 240 pessoas foram alojadas na unidade hoteleira em Machico.  Saiba ainda que já foram submetidos sete pedidos de 'habeas corpus' na Região. Estes e outros temas para ler na edição impressa de hoje.