7 projetos de sensibilização para a Cidadania Global arrancam no Porto Santo e na Madeira

O Concurso ‘Educar para Cooperar – Agora Tu!’ atribuiu 6 prémios e 1 menção honrosa a projetos de Educação para o Desenvolvimento e a Cidadania Global (EDCG) que serão desenvolvidos no Porto Santo e na Madeira, entre março e junho de 2020. Os concorrentes foram convidados a apresentar iniciativas de sensibilização/educação que promovessem os Direitos Humanos, a Cooperação entre Povos e Culturas e/ou o Desenvolvimento Sustentável, numa perspetiva de EDCG. A Escola Básica e Secundária Prof. Doutor Francisco de Freitas Branco, Porto Santo, ganhou 4 projetos: ‘A Diversidade Cultural na Nossa Escola – Tradições e Gastronomia’, ‘Cidadania com Valores’, ‘Clube das Alterações Climáticas e da Quinta Pedagógica’ e ‘Educar Para Cooperar - Vestir um Sorriso’.  A Junta de Freguesia do Porto Santo foi, também, uma das premiadas, com a iniciativa ‘O Principezinho – repensar o essencial’ dinamizada pela Universidade Sénior. Outra das ações mais votadas intitula-se ‘Voluntariado: Expressão da Cidadania’ e será desenvolvida na Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos Dr. Horácio Bento de Gouveia, na Madeira. A menção honrosa foi atribuída ao projeto ‘Brincar ao Ar Livre – Transformação de Práticas Pedagógicas no Espaço Exterior’ do Infantário Universo dos Traquinas, na Madeira. O montante apoiado totalizou cerca de 6 mil euros. O júri foi composto pela presidente da Direção da AIDGLOBAL, Susana Damasceno, pelo professor da Universidade da Madeira, Nuno Fraga e pela representante do Município do Porto Santo, Rubina Brito. O Concurso integrou-se no projeto ‘Educar para Cooperar – Porto Santo e Madeira’, promovido pela organização não governamental AIDGLOBAL, em parceria com o Município do Porto Santo, e cujo cofinanciamento é assegurado pelo Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.  

7 projetos de sensibilização para a Cidadania Global arrancam no Porto Santo e na Madeira
O Concurso ‘Educar para Cooperar – Agora Tu!’ atribuiu 6 prémios e 1 menção honrosa a projetos de Educação para o Desenvolvimento e a Cidadania Global (EDCG) que serão desenvolvidos no Porto Santo e na Madeira, entre março e junho de 2020. Os concorrentes foram convidados a apresentar iniciativas de sensibilização/educação que promovessem os Direitos Humanos, a Cooperação entre Povos e Culturas e/ou o Desenvolvimento Sustentável, numa perspetiva de EDCG. A Escola Básica e Secundária Prof. Doutor Francisco de Freitas Branco, Porto Santo, ganhou 4 projetos: ‘A Diversidade Cultural na Nossa Escola – Tradições e Gastronomia’, ‘Cidadania com Valores’, ‘Clube das Alterações Climáticas e da Quinta Pedagógica’ e ‘Educar Para Cooperar - Vestir um Sorriso’.  A Junta de Freguesia do Porto Santo foi, também, uma das premiadas, com a iniciativa ‘O Principezinho – repensar o essencial’ dinamizada pela Universidade Sénior. Outra das ações mais votadas intitula-se ‘Voluntariado: Expressão da Cidadania’ e será desenvolvida na Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos Dr. Horácio Bento de Gouveia, na Madeira. A menção honrosa foi atribuída ao projeto ‘Brincar ao Ar Livre – Transformação de Práticas Pedagógicas no Espaço Exterior’ do Infantário Universo dos Traquinas, na Madeira. O montante apoiado totalizou cerca de 6 mil euros. O júri foi composto pela presidente da Direção da AIDGLOBAL, Susana Damasceno, pelo professor da Universidade da Madeira, Nuno Fraga e pela representante do Município do Porto Santo, Rubina Brito. O Concurso integrou-se no projeto ‘Educar para Cooperar – Porto Santo e Madeira’, promovido pela organização não governamental AIDGLOBAL, em parceria com o Município do Porto Santo, e cujo cofinanciamento é assegurado pelo Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.