81 mil portugueses no Reino Unido já pediram estatuto de residente

À margem do Fórum Madeira Global, José Luís Carneiro pronunciou-se sobre a saída do Reino Unido da União Europeia, lembrando o acordo estabelecido entre as partes “Vamos aguardar pelos desenvolvimentos das próximas semanas para verificar se...

81 mil portugueses no Reino Unido já pediram estatuto de residente
À margem do Fórum Madeira Global, José Luís Carneiro pronunciou-se sobre a saída do Reino Unido da União Europeia, lembrando o acordo estabelecido entre as partes “Vamos aguardar pelos desenvolvimentos das próximas semanas para verificar se este princípio adotado pelo parlamento inglês se vai manter válido”. Esse acordo define a garantia e salvaguarda dos direitos fundamentais dos cidadãos da UE no Reino Unido e dos cidadãos do Reino Unido que se encontram na UE. Estabelece ainda a salvaguarda das empresas de ambos os lados, explicou. José Luís Carneiro apontou ainda as medidas de contingências que o Estado português adotou face ao Brexit, como a legislação que protege os cidadãos britânicos e empresas que residem em Portugal, o princípio da reciprocidade “estimando que esses direitos fundamentais serão garantidos os cidadãos portugueses no Reino Unido”. Por outro lado, foi desenvolvido um reforço de meios humanos nos postos consulares no Reino Unido, lembrou ainda. A modernização da resposta é outra medida, como a linha brexit que já deu apoio a maisd de 25 mil cidadãos no Reino Unido, e por outro lado a renovação de todo o parque tecnológico em Londres e Manchester. Esta semana arrancarão as obras para um novo espaço físico contíguo ao consulado de Londres, para mais 16 pontos de atendimento para agilizar a resposta, dado o crescimento da procura. José Luí Carneiro disse ainda que “já temos de 81 mil pedidos de obtenção de estatuto de residente do Reino unido por parte dos cidadãos portugueses. As instituições do Reino Unido e de Portugal dizem que devemos ter cerca de 230 mil cidadãos com inscrição na segurança social. O que significa que os cidadãos portuguezes interiorizaram a importância de cumprirem o estatuto de residente no RU, que lhes permitirá a obtenção dos seus direitos sociais naquele pais. O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas reiterou o compromisso do Estado português relativamente às condições de segurança e salvaguarda do bem estar dos portugueses na Venezuela e todo o apoio dado aos que querem regressar a Portugal ao nível das soluções do estado social e igualdade de circunstªancias com os restantes cidadãos portugueses.