A Polícia Judiciária deteve um homem indiciado pela prática de crime florestal em Baião

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte com a colaboração do SEPNA/GNR, identificou e deteve um homem indiciado pela prática de crime de incêndio florestal, no dia 7 de setembro, em Baião. O fogo terá sido provocado com recurso...

A Polícia Judiciária deteve um homem indiciado pela prática de crime florestal em Baião
A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte com a colaboração do SEPNA/GNR, identificou e deteve um homem indiciado pela prática de crime de incêndio florestal, no dia 7 de setembro, em Baião. O fogo terá sido provocado com recurso a isqueiro, num aparente quadro de desequilíbrio mental, durante a madrugada. Conforme a nota de imprensa enviada pela PJ, as ignições se não tivessem sido prontamente extintas, representariam um considerável perigo para toda a zona florestal adjacente. O detido vai ser presente à competente autoridade judiciária, para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.