Ação solidária no âmbito da Corrida de São Silvestre

A Secretaria Regional de Inclusão Social e Cidadania associa-se, mais uma vez, à iniciativa solidária do Grupo Pestana, no âmbito da Corrida de São Silvestre, que se realiza a 28 de dezembro. Na conferência de imprensa de apresentação da iniciativa,...

Ação solidária no âmbito da Corrida de São Silvestre
A Secretaria Regional de Inclusão Social e Cidadania associa-se, mais uma vez, à iniciativa solidária do Grupo Pestana, no âmbito da Corrida de São Silvestre, que se realiza a 28 de dezembro. Na conferência de imprensa de apresentação da iniciativa, Augusta Aguiar referiu que «por cada inscrição realizada, o Grupo Pestana oferece um kit prenda a uma criança mais necessitada, que ficará esta Secretaria Regional responsável por entregar». Os kits serão distribuídos através dos polos comunitários pertencentes à Investimentos Habitacionais da Madeira – IHM, em vários bairros sociais da Região, pelo Instituto de Segurança Social da Madeira e pela Associação de Solidariedade Social “Crescer Sem Risco”. O objetivo do Grupo Pestana é atingir mil inscrições, sobretudo pelos mil sorrisos das crianças que receberam o kit prenda. Sobre esta meta, Augusta Aguiar sublinhou que a Secretaria Regional «faz votos que esses mil sorrisos sejam uma realidade». «Esta cidadania empresarial do Grupo Pestana é um fator que achamos importante no projeto comum de melhorar e aumentar a coesão social da Região», sublinhou, aproveitando a ocasião para «louvar todos os projetos de responsabilidade social que o Grupo Pestana assume há vários anos e que em muito têm contribuído para apoiar as comunidades onde estão localizados». «O caminho do futuro, de um futuro mais inclusivo, mais desenvolvido, só será uma realidade se a responsabilidade social for, cada vez mais, um fator determinante na vida das empresas, pelo impacto que tem na sociedade em geral e nas comunidades e grupos sociais mais vulneráveis, em particular», afirmou. E acrescentou: «Uma sociedade mais coesa, mais atenta, mais acessível e inclusiva só se consegue exatamente com o reforço da cidadania. Nesse contexto, a cidadania assume um papel de destaque no Programa de Governo, como fator determinante e indissociável do desígnio fundamental de coesão social».