Alerta foi emitido dois dias depois do desaparecimento da embarcação 'Sete Mares'

A Marinha, através do Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal (MRSC Funchal), em coordenação com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, em articulação com a Força Aérea Portuguesa e com...

Alerta foi emitido dois dias depois do desaparecimento da embarcação 'Sete Mares'
A Marinha, através do Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal (MRSC Funchal), em coordenação com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, em articulação com a Força Aérea Portuguesa e com o Serviço Regional de Proteção Civil, desencadeou uma operação de busca e salvamento de sete tripulantes da embarcação de pesca 'Sete Mares', com idades compreendidas entre os 26 e os 64 anos, todos do sexo masculino e de nacionalidade portuguesa, que se encontravam a navegar a cerca de 14 milhas a sudoeste da Madeira. O alerta foi recebido no MRSC Funchal no dia 16 de agosto às 18h33, dois dias após o desaparecimento da embarcação. De imediato, foram ativados meios de socorro para o local. Como o JM noticiou oportunamente, as buscas foram efetuadas envolvendo o NRP Tejo e NRP Hidra da Marinha e uma aeronave C295 da Força Aérea. A jangada pneumática da embarcação foi detetada pela referida aeronave às 15h58 do dia 17 de agosto, a cerca de 26 milhas a sudoeste do Porto do Funchal, tendo-se dirigido para a posição do avistamento o NRP Tejo e NRP Hidra, confirmando que os sete tripulantes se encontravam bem de saúde. Pelas 19h50, os tripulantes resgatados desembarcaram no Porto de Pesca do Funchal, onde eram aguardados pela EMIR e por uma ambulância dos Bombeiros Voluntários Madeirenses. Após avaliação médica, não foi necessário proceder ao transporte dos pescadores para o hospital.